Terça-feira, 16 de Julho de 2019
ORÇAMENTO

Após ser adiado duas vezes, ALE deve votar orçamento do Estado do próximo ano

A votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) ocorre deputados terem se ausentado em protesto ao presidente da casa, David Almeida (PSD)



show_ale.JPG Foto: Arquivo A Crítica
26/12/2017 às 14:13

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) deve votar na tarde desta terça-feira (26) o projeto de Lei Orçamentária Anual  (LOA), matéria que vai definir o orçamento do Estado para o próximo ano. A LOA prevê orçamento de R$ 15 bilhões.

A sessão foi convocada após a base aliada entrar com um requerimento junto à mesa diretora questionando a votação das emendas parlamentares ao projeto de lei. Caso a LOA não seja votada, o orçamento válido é o deste ano, R$ 14 bilhões – quase R$ 1 bilhão a menos.

A votação da LOA já foi adiada duas vezes, após a ausência de deputados da base aliada do governo, em protesto à postura do presidente da casa, David Almeida (PSD), que na votação das emendas votou pela aprovação e depois pelo desempate. Embora, não tenham questionado a ação de Almeida.

“Eles questionam o rito de apreciação das emendas. Já que no regimento interno afirma que a comissão de Finanças tem caráter terminativo em matéria de orçamento. Eles arguiram que em razão disso, as emendas não poderiam ter sido apreciadas”, afirmou o Almeida, que acrescentou que a votação das emendas foi submetido ao plenário.

O líder do governo, Dermilson Chagas  (PEN), disse que espera a decisão da Procuradoria da ALE sobre o requerimento da base. “Estamos conversando com os deputados para entrar em consenso. O fim de semana foi de conversas”, destacou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.