Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
Sérgio Reis foi sequestrado logo que saiu de uma agência localizada na avenida Silves, onde teria feito apenas um depósito bancário
publicidade
publicidade

Notícias

Após ser sequestrado saindo de banco, empresário é liberado de cativeiro depois de 9 horas

Dono de um restaurante foi abordado na tarde desta terça (7) e obrigado a rodar pela cidade, antes de ser levado até uma casa em local desconhecido. Grupo ainda roubou R$ 4,5 mil de diversos cartões de crédito da vítima, que foi abandonada pelos criminosos no Distrito Industrial


08/04/2015 às 10:56

O empresário Sérgio Roberto Nogueira Reis, de 27 anos, dono de um restaurante em Manaus, teve um dia de terror na tarde desta terça-feira (7), após sofrer um sequestro na saída de uma agência bancária localizada na avenida Silves, no bairro Raiz, Zona Sul da capital.

De acordo com registro no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), seis homens o abordaram por volta de 13h30 próximo da agência, o colocaram dentro do seu próprio carro e depois rodaram horas pela cidade.

Segundo a vítima, os suspeitos queriam dinheiro e já entraram no veículo dizendo que o sequestro era a mando de alguém: Os criminosos disseram para o empresário que alguém que não gostava dele e por isso armou o sequestro, para matá-lo.

"Eles falaram que era uma morte encomendada, de alguém que não gostava de mim. Acho que pensaram que eu havia sacado uma quantia grande, mas só fui depositar um valor pequeno de R$ 480", disse Sérgio.

publicidade

Ainda segundo o empresário, os suspeitos diziam dentro do automóvel que já o vinham investigando há três meses. Depois de abordado, ele recebeu coronhadas na cabeça e chegou a ser levado até um cativeiro, onde foi amordaçado e amarrado dentro de um quarto.

"Eu não sei dizer onde era esse cativeiro, só sei que era uma casa. Lá eles só diziam que era para ficar tranquilo que só iam sacar o dinheiro e depois eu ia ser liberado", explicou.

Consta no registro do Ciops que os suspeitos ainda obrigaram o empresário a usar drogas. Depois de sacarem mais de R$ 4,5 mil de quatro cartões de créditos, o bando liberou Sérgio no ramal do Marapatá, localizado no Distrito Industrial, por volta de 22h.

Em seguida, o empresário contou que foi até uma fábrica e pediu ajuda. Ele ligou para a família e avisou sobre o ocorrido. Os suspeitos fugiram levando seu carro, uma picape Chevrolet S-10, de cor preta e placa NOO-0399. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv).

publicidade
publicidade
Jair Bolsonaro retira sigilo bancário de operações com recursos públicos
GACC-AM inicia venda de ingressos para 20ª feijoada beneficente
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.