Publicidade
Cotidiano
PRORROGAÇÃO

Após série de problemas, eleição para reitoria da Ufam é prorrogada até quinta-feira (23)

Nesta quarta (22), houve atraso no início da votação e até casos de centenas de alunos que não puderam votar por conta de listas desatualizadas 22/03/2017 às 15:25 - Atualizado em 22/03/2017 às 16:38
Show whatsapp image 2017 03 22 at 10.28.14
Na Faced, alunos ficaram do lado de fora das salas porque não puderam votar (Foto: Divulgação)
Vinicius Leal Manaus (AM)

As eleições para a reitoria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) serão estendidas até amanhã, quinta-feira (23). A decisão foi tomada após uma reunião realizada na tarde de hoje (22) entre representantes da Comissão de Consulta à Comunidade Universitária (CCCU). O prolongamento do pleito se deu após uma série de problemas marcarem o início das votações de hoje.

Além de atrasos registrados em alguns pontos, com o processo iniciando com uma 1h30 de atraso, houve unidades, como a Faculdade de Educação (Faced), em que a lista dos aptos a votar estava incompleta, com alunos da graduação impossibilitados de escolher seus candidatos.

“Vamos continuar o processo com urnas eletrônicas e fazer um segundo dia de votação com urnas de lona. Onde ocorreu o problema de troca de urna, de urna que foi para o ICHL, de urna que veio para a Faced, faremos com urna em lona, que é uma urna convencional”, disse Sônia Maria Carvalho, presidente da CCCU. Segundo ela, o segundo dia de pleito será apenas para os alunos da Faced, do ICHL e os residentes de Medicina.


Reunião da comissão (Foto: Vinicius Leal)

Inicialmente, as eleições seguiriam até as 21h de hoje. Cerca de 40 mil membros da Ufam estão aptos a votar em uma das três chapas concorrentes: Chapa 17 "Juntos pela UFAM", que tem como candidato a reitor o professor Hedinaldo Lima e a vice-reitora a professora Nikeila Conde; Chapa 31 "Contraponto", com as professoras Arminda Mourão e Iolete Ribeiro, concorrendo aos cargos de reitora e vice-reitora, respectivamente; e a Chapa 33 "UFAM: conectada para o futuro", que tem como candidatos os professores Sylvio Puga e Jacob Cohen.

Arminda contesta decisão

A candidata Arminda Mourão foi a única entre os três a se mostrar contrária à continuação do pleito. "Eu estou extremamente decepcionada com o processo. Coloco aqui a minha indignação. Esse pleito não está sendo educativo. A universidade está transformando uma coisa que é tão bonita, que podia ser alegre, nisso. O que eu estou pleiteando é que o pleito seja limpo. Uma coisa é um problema pontual, com alunos que não votaram porque o nome não estava na lista. Isso a gente resolve. Outra coisa são alunos de uma unidade inteira que não puderam votar. Foram mais de 200 alunos sem votar na Faced", disse ela, que tem como principal base de votos os candidatos da área de Humanas, que estudam no ICHL e na Faced, afetados pelos problemas de hoje.


Reunião entre candidatos e a comissão (Foto: Vinícius Leal)

O candidato Sylvio Puga concordou com a decisão tomada pela comissão. "O pleito vai continuar amanhã. Vai ocorrer eleição suplementar aonde foi detectado problema. Cancelar a eleição agora inviabilizaria, poderia ser muito pior. Temos um prazo muito exíguo desde do início. Então penso que essa decisão tomada pela comissão foi a mais apropriada nesse momento, e que os erros existem sejam corrigidos".                        

O candidato Hedinaldo Lima também concordou com a continuação do pleito. "Foi decidido que o pleito vai continuar e onde houve problema, os problemas pontuais, serão corrigidos. O pessoal vai fazer eleição em urna de lona, para que todos aqueles que tenham direito a votar possam exercer seu direito de voto. Isso será computado ao final e o resultado será divulgado à comunidade", analisou.

Horários

Segundo a CCCU, nesta quinta-feira (22) poderão votar os eleitores que foram impedidos de participar do pleito nos seguintes horários: de 9h às 18h eleitores da Faculdade de Educação (Faced), de 9h as 21h no Instituto de Ciências Humana e Letras (ICHL), e também de 9h às 21h no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e no Instituto de Ciências Biológicas (ICB).

Apuração

Como a eleição foi prolongada por mais um dia, a apuração dos votos que aconteceria nesta quinta-feira (23) também foi adiada para sexta-feira (24). “Possivelmente o resultado só vai sair no dia 24, na sexta-feira. Ao menos que algum candidato solicite alguma outra questão e então vamos analisar”, disse Sônia Carvalho.

Publicidade
Publicidade