Publicidade
Cotidiano
Notícias

Apple e empresas de cartão de crédito criam sistema inovador para efetuar compras pelo celular

Saiba mais sobre o Apple Pay, o serviço que simplifica as operações de compra ao substituir os cartões por uma ‘identidade virtual’ financeira 10/09/2014 às 12:43
Show 1
Novidade chamou a atenção em meio aos novos lançamentos da Apple; na foto, o presidente Tim Cook mostra como funciona: basta aproximar o celular de um leitor e o ID, ou ‘token’, do usuário, valida a operação
Renildo Rodrigues* Manaus (AM)

Na tarde desta terça-feira (9), nos Estados Unidos, a gigante da informática Apple apresentou ao mundo a nova geração de aparelhos da empresa, conhecida pelas inovações e pela exclusividade nos serviços. Ao lado do iPhone 6 e do novo Apple Watch, porém, uma novidade completamente diferente chamou a atenção: o novo sistema de compras online da empresa, o Apple Pay.

Criado em parceria com as principais operadoras de cartão de crédito do mundo, Visa, Mastercard e American Express, o serviço opera por meio de uma identidade virtual, ou “token”: o usuário valida as compras por meio dessa identidade, sem precisar fornecer qualquer dado bancário.

Como esses dados já estão no sistema dos bancos, se o consumidor estiver com saldo disponível, a operação vai ser efetuada. Assim, nenhuma informação financeira sobre o usuário passa pelo celular. Essa foi a saída encontrada pela Apple para garantir segurança às operações, após as críticas recentes provocadas pela falha no serviço de armazenamento virtual iCloud, que provocou a divulgação de fotos íntimas de celebridades.

A tecnologia substitui a informação sensível de contas de pagamentos encontradas nos cartões de crédito e débito, o que pode tornar esse tipo de serviço obsoleto no futuro. Basta encostar o celular com o Apple Pay num aparelho que a leia o ID do usuário, e pronto, a compra está feita. “Ao combinar confiança, escala e segurança dos pagamentos da Visa com o Apple Pay, iremos acelerar a adoção dos pagamentos móveis”, afirmou Charlie Scharf, executivo da operadora.

“Dissemos desde o início que os serviços de tokenização ofereceriam, em larga escala, novas experiências para consumidores e comércios, e vocês estão vendo agora nossos esforços com a Apple, e ainda há mais por vir”, completou. O sistema é compatível com os novos aparelhos, iPhone 6, iPhone 6 Plus e Apple Watch.

A iniciativa do Apple Pay, de início, funciona apenas com comércios e aplicativos selecionados nos Estados Unidos, mas a expectativa é que o sistema opere com força total na maioria das lojas do país até o fim deste ano – e, em breve, possa abarcar o mercado mundial. Em termos de importância e escala, a iniciativa da Apple mostra que os pagamentos móveis vieram para ficar, e que os velhos cartõezinhos podem muito bem se tornar coisa do passado – e mais rápido do que eu e você imaginamos.

* Com informações da operadora de cartões Visa.

Publicidade
Publicidade