Sábado, 24 de Agosto de 2019
Notícias

Arthur Bisneto, filho do prefeito de Manaus, tem votação recorde para deputado federal

O tucano de 35 anos obteve o voto de 250,8 mil eleitores, 85,7 mil votos a mais que o segundo colocado, Silas Câmara, do PSD. Outros membros compõem a Câmara



1.gif A renovação da bancada amazonense na Câmara foi de 62,5%
06/10/2014 às 10:00

Filho do principal cabo eleitoral das eleições desse ano - o prefeito de Manaus Artur Neto -, Arthur Bisneto (PSDB) foi eleito, neste domingo (5), o deputado federal mais votado da nova bancada do Amazonas na Câmara Federal. O tucano de 35 anos obteve o voto de 250,8 mil eleitores, 85,7 mil votos a mais que o segundo colocado, Silas Câmara, do PSD.

O desempenho de Bisneto, que está no terceiro mandato de deputado estadual, foi maior também que o do deputado federal mais votado nas eleições de 2010, Francisco Praciano. Naquele ano, o petista liderou a disputa para a Câmara Federal com 166.387 votos.

Com a eleição de Bisneto e de mais quatro novos nomes, a renovação da bancada amazonense na Câmara foi de 62,5%. Isso levando em consideração o fato de que dois dos atuais deputados federais (Henrique Oliveira - SDD e Rebecca Garcia - PP) abriram mão de brigar pela reeleição para disputar como vices de José Melo (Pros) e Eduardo Braga (PMDB), respectivamente, o Governo do Amazonas.

Silas Câmara foi reeleito para o 5º mandato de deputado federal com 166,1 mil votos, 38 mil votos a mais que os 127.134 que o parlamentar recebeu no pleito de 2010.

O hoje senador Alfredo Nascimento, do PR, foi o 3º deputado federal mais votado, neste domingo (5). Alfredo, que deixa o Senado em janeiro de 2015, vai assumir uma das oito cadeiras da Câmara Federal com os votos 120,8 mil eleitores.

O 4º deputado federal mais votado do pleito foi Pauderney Avelino (DEM). Com 103,8 mil votos, o parlamentar conseguiu se reeleger para o 6º mandato. Em 2010, o democrata foi eleito com 103,9 mil votos.

Outro velho conhecido do eleitor amazonense que conseguiu um novo mandato em Brasília foi Átila Lins (PSD). O parlamentar conquistou ontem o 7º mandato consecutivo, com 89,3 mil votos.

Átila entrou na última das cinco vagas para a Câmara Federal conquistadas pela coligação “Fazendo Mais Por Nossa Gente”, de José Melo. O parlamentar garantiu a reeleição com 42.161 votos a menos da votação que ele obteve em 2010 (131.429 votos).

A coligação “Renovação e Experiência”, formada por partidos aliados de Eduardo Braga, ficou com as três últimas vagas da Câmara Federal: Marcos Rotta (PMDB), Hissa Abrahão (PPS) e Conceição Sampaio (PP).

Marcos Rotta, que é deputado estadual, recebeu 117,9 mil votos. Hissa Abrahão, atual vice-prefeito de Manaus, foi eleito com 113,6 mil votos. E Conceição Sampaio - que é deputada estadual - conquistou o primeiro mandato em Brasília com 71,8 mil votos.

Com a eleição de Conceição, a representação feminina na bancada do Amazonas permanece a mesma (uma cadeira) e com o mesmo partido - o PP. A deputada estadual vai substituir a colega de partido, Rebecca Garcia.

Conceição disputou até o último instante da apuração a vaga com o atual deputado federal Sabino Castelo Branco, do PDT. No final, os 69.381 votos do parlamentar não foram suficientes para garantir a reeleição do apresentador de televisão.

Confira a lista com o número de votos dos deputados federais eleitos em 2014

Artur Bisneto foi eleito deputado federal com 250,8 mil votos

Silas Câmara foi reeleito deputado federal com 166,1 mil votos

Alfredo Nascimento foi eleito deputado com 120 mil votos

Pauderney foi reeleito deputado federal com 103,9 mil votos

Átila foi reeleito deputado federal com 89,3 mil votos

Marcos Rotta foi eleito deputado federal com 117,9 mil votos

Hissa Abrahão foi eleito deputado federal com 113,6 mil votos

Conceição Sampaio foi eleita com 71,8 mil votos

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.