Publicidade
Cotidiano
Notícias

Artur Neto desafia Eduardo Braga a disputar prefeitura em 2016

Em um texto no qual defende o governador José Melo, no Facebook, o prefeito de Manaus lança o desafio contra o ministro peemedebista 09/03/2015 às 20:06
Show 1
Artur e Braga estiveram próximos durante as discussões pela aprovação da PEC da Zona Franca
acritica.com ---

Em sua página no Facebook, o prefeito Artur Neto (PSDB) desafiou o ministro Eduardo Braga (PMDB) para a disputa eleitoral de 2016 para prefeitura de Manaus. A publicação alcançou, até o fechamento desta matéria, 12,2 mil curtidas e  2,1 mil comentários. O texto, publicado na sexta-feira (6), foi motivado pelos rumores de denúncias de compra de votos na campanha do governador José Melo (Pros), seu aliado de primeira hora.

Na avaliação do prefeito, o candidato derrotado no pleito, o atual ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB), está tentando forçar um "terceiro turno" da disputa. "Votei em José Melo para Governador. Meu candidato venceu ampla e legitimamente as eleições. Seu adversário, Eduardo Braga, foi fragorosamente derrotado", escreve.

"Se deseja retornar ao executivo pelo voto, faço-lhe uma sugestão: enfrente-me em 2016. Tiremos a prova dos nove. Mergulhemos na alma do povo e vejamos quem tem fôlego para voltar à tona. No mais, deixe Melo trabalhar e cuide de ser um Ministro de verdade, porque hoje está bem longe disso. Ministro de verdade não fala tolices, não é ridicularizado por jornalistas e nem leva pito nem de quem esteja presidindo a República", dispara o prefeito contra Braga.

Reprodução/Facebook

O tucano relembra, no texto, a disputa de em 2010 quando perdeu o mandato de senador e acusou a coligação vencedora, composta por Braga e Vanessa Grazziontin (PCdoB), de compra de votos.  "Em 2010, 'perdi' por apenas 2% dos votos, apesar de todos mundos e fundos que movimentaram contra mim", afirma.

Ao se referir a Eduardo Braga, o chama de "ministro dos aumentos exorbitantes de energia e combustíveis". O prefeito diz que Braga " agora se faz de vítima". "Não aprendeu a lição. Foi derrotado pela humildade de Melo, por sua própria arrogância, pelas avaliações positivas do governo de Omar Aziz e pela gestão que realizo em minha cidade", completa.

Artur Neto prossegue. Afirma que o peemedebista "continua soberbo". "Sem se dar conta de que o povo amazonense o repudiou", escreve.  Segundo o tucano, o povo preferiu "o entendimento, a parceria, a compreensão e não o mandonismo de quem se acha professor de Deus".

No fim do texto, Artur diz que "o Amazonas precisa de paz para tocar sua economia"  e enfrentar "os aumentos que diariamente  você (Braga) assina".

Nas rede sociais, Eduardo Braga não respondeu a provocação do prefeito de Manaus.

Publicidade
Publicidade