Terça-feira, 22 de Outubro de 2019
Notícias

Artur promete ritmo acelerado de trabalhos até debaixo de chuva

Prefeito deve se encontrar com o governador José Melo nesta sexta-feira para 'normalizar' parceria financeira entre Estado e Município



1.jpg Artur Neto apoiou a reeleição de José Melo
---
07/05/2015 às 15:35

Nem a chuva está atrapalhando ou atrapalhará as obras da Prefeitura de Manaus. É o que garantiu o prefeito Artur Neto (PSDB) em entrevista a uma rádio local na manhã desta quinta-feira  (7). Artur Neto afirmou também que deve ser encontrar com o governador José Melo (Pros), nesta sexta-feira (8), "para normalizarmos a nossa parceria financeira".

Conforme adiantou o Blog Sim&Não no dia 27 de abril, o prefeito anunciou que contratará mil trabalhadores terceirizados para acelerar o ritmo das obras. Os trabalhadores serão contratados pela Secretaria Municipal de Infresatrutura (Seminf).



"Pra nós é assim: quando não chove, é verão”, afirmou. “Nossa visão é de que mesmo no inverno é possível trabalhar muito. E este ano isso se confirmou. Percebemos que dá pra avançar muito, mesmo no período de chuvas”, avaliou o prefeito.

Artur disse que é preciso trabalhar com todas as alternativas a favor do município para, mesmo com a crise econômica, continuar avançando. “Vou me reunir com o grupo de secretários que fazem parte do projeto Organiza Manaus para priorizarmos nossas ações, sem trazer prejuízo aos serviços prestados à sociedade. Amanhã (sexta-feira) devo conversar também com o governador José Melo para normalizarmos a nossa parceria financeira”, revelou.

Infraestrutura

Conforme informações da prefeitura, de janeiro a abril foram 2.788 ruas atendidas pela operação Tapa-Buracos, em 65 bairros da capital. Foram mais de 10 mil metros de drenagem profunda e 4.192 metros quadrados de calçadas e passeios públicos recuperados, além da limpeza e reforma de 1.290 caixas coletoras.

Ainda sobre infraestrutura, Artur destacou o início das obras de revitalização do Centro Histórico, principalmente o projeto da Nova Eduardo Ribeiro, orçada, inicialmente, em R$ 6 milhões. Os recursos utilizados virão do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU), vinculado ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

“Vamos resgatar as pedras de lióz e paralelepípedos, recuperando a beleza histórica da avenida. Também vamos ter iluminação a LED, rever calçadas, canteiros e aqui faço um apelo para que os comerciantes revejam suas fachadas”, pontuou o prefeito de Manaus.

Ainda no Centro Histórico, a Prefeitura de Manaus está concluindo os processos de licitação para iniciar as obras das praças da Matriz, Adalberto Vale e Tenreiro Aranha, além do entorno do mercado Adolpho Lisboa, todos projetos incluídos no PAC Cidades Históricas e que já estão com recursos aprovados na Caixa Econômica Federal.

Outro projeto destacado e que será inaugurado nas primeiras semanas de junho, segundo a prefeiturA, é o Espaço Verde na Comunidade. A primeira ação do programa, que prevê a recuperação de áreas verdes degradas, está sendo concluída na comunidade Campo Dourado, no bairro Cidade Nova, Zona Norte.

“Além de recuperar o verde, o projeto também instala aparelhos sociais de esporte e lazer para que a população se integre ao meio ambiente”, explicou o prefeito. “No Campo Dourado, por exemplo, teremos quadra de areia, academia ao ar livre, pista de caminhada, playground, entre outras opções de entretenimento para os moradores da localidade”, completou.

Na área da saúde, além das 24 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) já entregues, ainda em maio mais três serão inauguradas, uma no bairro Novo Aleixo, outra no Mutirão e a UBS Nilton Lins, totalizando 27 unidades.

Emprego e renda

Entre outras ações voltadas para geração de emprego e renda a prefeitura pretende inaugurar, até o fim do mês de maio, o Banco Comunitário do Mauazinho – o Banco Mauá. A agora Secretaria Municipal de Trabalho, Empreendedorismo, Abastecimento, Feiras e Mercados (Semtef) retomará as atividades do Circuito do Trabalho na primeira quinzena de junho. Apenas no primeiro trimestre de 2015, a Semtef colocou 60 Pessoas Com Deficiência (PCDs) no mercado de trabalho, pelo Sine Manaus.

Transporte coletivo

No transporte coletivo, a prioridade, segundo o prefeito, será a reformulação dos aparelhos que atendem o sistema, sobretudo a reforma completa e ampliação do terminal da Cachoeirinha - T2, além da criação do novo terminal da Torquato Tapajós - T6, que ficará nas proximidades do bairro Santa Etelvina, na zona Norte.

“Outras ações envolvem a recuperação de 500 abrigos de telha de barro, reforma de 20 terminais de fim de linha, incluindo as salas dos motoristas e cobradores, além da construção de sete novos terminais de bairro”, reformou o prefeito.

Balanço

Entre o que já foi feito nos primeiros meses de 1015, o prefeito deu ênfase à proposta de levar iluminação pública a LED para toda cidade. Até agora 3.759 pontos de iluminação já foram substituídos pelo novo modelo. A meta é de iluminar 50% da capital até o final deste ano e, em 2016, chegar a quase todos os 124.446 pontos de iluminação pública existentes na capital.

“Em pouco tempo vamos terminar os corredores principais e, em seguida, vamos entrar nas ruas secundárias. Nessas vias o serviço sairá ainda mais barato, porque os postes são mais baixos e as luminárias menores. De todo modo, podemos dizer que Manaus entrou na era do LED”, ressaltou.

O prefeito também falou dos avançou obtidos na educação, começando pela convocação de 155 profissionais do cadastro reserva (150 pedagogos e 5 professores de Educação Física), que devem se apresentar até dia 26/05. Ele também lembrou da parceria com Instituto Ayrton Senna (IAS), que a partir deste mês tornará Manaus a primeira cidade do país a receber as ações do Programa Pit Stop, voltado para o reforço escolar de alunos com déficit de aprendizagem do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

“Além da construção de novas unidades escolares, voltamos nossas medidas educacionais para melhorar a qualidade do ensino oferecido aos nossos alunos”, frisou. “A nossa meta é prepará-los para a Prova Brasil, que será realizada em novembro e compõe a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), porque queremos colocar Manaus entre as dez cidades com melhor desempenho”, concluiu.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.