Publicidade
Cotidiano
ORIENTAÇÕES

Emoções são importantes para o controle das finanças, diz especialista

Especialista ensina em curso de educação financeira para o público feminino como usar o dinheiro para o seu sucesso 02/04/2018 às 09:55
Show ellen lindoso
Ellen Lindoso é a especialista em finanças que vai comandar o curso (Foto: Divulgação)
Rebeca Mota Manaus (AM)

A mulher é mãe, esposa, filha e profissional. A maneira como ela lida com suas alegrias e dores podem interferir e muito nas suas contas. Nossas emoções influem diretamente no nosso comportamento. Mesmo se possuímos uma boa autoestima, frente uma tristeza ou decepção, podemos nos comportar de outra maneira, agindo por impulso ou querendo amenizar a dor. É o que destaca administradora e especialista em finanças, Ellen Lindoso. 

“Durante a caminhada eu percebi que o dinheiro está ligado à emoção e comportamento. E a mulher precisa trabalhar algumas tensões, pois acaba descontando nas compras. O homem já é mais racional e tem um consumo mais consciente”, pondera Lindoso. 

Mulheres preocupadas 
As mulheres modernas atravessam um momento no qual estão tomando conta, cada vez mais, das finanças pessoais e das famílias. Se antes os homens é que controlavam os gastos, hoje a situação é completamente diferente, por isso, a educação financeira tem que dar um foco especial para elas. 

“Hoje as mulheres estão buscando mais organizar e conhecer melhor sua vida financeira. Elas estão mais preocupadas em relação ao futuro do que o homem. Eu tenho como base as mentorandas que organizaram sua vida financeira, elas levaram os ensinamentos para casa e repassaram aos maridos a regra da economia para dentro de casa, organizando a vida financeira de toda a família”, explica. 

Percebendo a preocupação das mulheres a Ellen Lindoso vai ministrar um curso de educação financeira exclusivo para as mulheres com o objetivo de trabalhar desde a parte emocional desta mulher. 

“No total são 12 encontros. Eu faço um processo de seleção para 20 vagas, pois nem toda mulher quer trabalhar em grupo, quer organizar a vida financeira ou o emocional. Então eu tenho uma preocupação de trabalhar com mulheres que realmente estejam interessadas em trabalhar essas questões”, explica. 

Assuntos abordados como importância do hábito, estilo de vida versus custo, crenças limitantes, inteligência emocional, passo a passo para organizar a vida financeira e sucesso financeiro são abordados no curso.
“No final do ano passado eu fiz um bazar com o tema “sou merecedora”. Essa será a quarta turma. E neste bazar abordarei a questão da consciência, da clareza financeira. Todas elas passam por esse processo de vender suas coisas e uma parte ser doada para o lar das Marias. É bacana, pois vejo realmente que as pessoas querem mudar”. 

O phD em educação financeira, Reinaldo Domingos, discorda que as mulheres gastam mais que os homens. “Em muitos casos, elas possuem um controle muito maior de suas finanças. A mulher é mais detalhista e isto também se reflete nos controle de seus gastos. O que ocorre é uma dificuldade natural devido a falta de tempo”.

'Educação para a família'

A militar Edilêusa Rocha revela que antes estava num nível de super endividamento, tentava pagar as dívidas e não conseguia. E depois que passou pelo o curso conseguiu pagar as dívidas em quatro meses. “Foi tudo questão de controle e organização. Hoje consegui comprar um terreno, tenho o meu lazer sem comprometer o orçamento e consigo ficar com dinheiro até o final do mês”, explica. O aprendizado foi repassado para a família. Todo o sábado a militar faz uma reunião do planejamento financeiro semanal com os dois filhos.

Serviço
Curso de educação finaças financeiras para mulheres
 Voltado para o público feminino com o intuito de ajudar na organização das finanças.
Quando
 Início dia 5 de maio
Informações
 No contatos telefônicos: (92) 98282-2453

Publicidade
Publicidade