Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Notícias

Associações não querem que a prefeitura de Iranduba administre o transporte de estudantes

APMCs pediram ao governador Omar Aziz que proíba que  a prefeitura do município volte administrar o transporte dos alunos


24/12/2013 às 09:47

A Prefeitura de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) quer tirar das associações de Pais, Mestres e Comunitários das escolas estaduais do município a administração do transporte escolar. Por ano, uma associação chega a administrar R$ 1,5 milhão de recursos do Governo do Estado, repassados por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Na sexta-feira, as presidentes das APMCs das escolas estaduais Senador João Bosco Ramos de Lima, do distrito do Cacau Pirera, e Isaias Vasconcelos, na sede do município, Rosilene Rego e Glória Barros, respectivamente, protocolaram, em Manaus, ofício destinado ao governador Omar Aziz (PSD).

No documento, as professoras Rosilene e Glória pedem que o Governo do Amazonas não retire das associações a administração do transporte escolar. Elas enfatizam os problemas vividos por alunos quando o serviço era feito pelo município, e colocam em dúvida a capacidade da atual administração agir diferente da anterior.

“Os pais dos alunos não querem que haja essa troca. Mas há uma pressão da Secretaria de Educação de Iranduba para que o transporte volte para o município. A gente veio manifestar isso, antes que haja um protesto nas ruas”, disse Glória.

Há dois anos o transporte escolar é administrado pelas APMCs. O trabalho faz parte do projeto “Transporte Escolar”, da Seduc. Segundo as professoras, 12 municípios já aderiram ao programa. A professora Rosilene afirma que após a mudança a qualidade do serviço melhorou.

“O nosso interesse em permanecer com o serviço é de cunho educacional. Com a APMC administrando, eu posso cobrar do transportador um serviço melhor, posso descontar faltas dele. Sendo a prefeitura, eu não tenho como administrar isso da escola”, disse Rosilene.

Em agosto, nove vereadores de Iranduba assinaram e enviaram ofício à direção da escola Isaias Vasconcelos pedindo a planilha de transporte escolar do Estado usada pela unidade educacional. “Eles não tem competência para pedir isso. Hoje, as APMCs fazem pregão para contratar transportadores. Historicamente, no municípios, o serviço era dividido, loteado entre os vereadores. Ele começaram a fazer pressão porque perderam esse espaço”, critica Otto Gomes, da Fundação Centro de Promoção Humana do Cacau Pirera, que também é atendida pelo projeto da Seduc. 

Secretário quer otimizar o serviço

O secretário de Educação de Iranduba, Paulo Bandeira, confirmou nesta segunda-feira (23) o interesse da prefeitura em assumir o transporte escolar das escolas estaduais. Segundo o secretário, na semana passada, ele apresentou à Seduc um plano de trabalho.

Paulo Bandeira disse que a intenção da Prefeitura de Iranduba é aperfeiçoar o serviço. “Eu tenho um ônibus do municipio que transporta alunos, e tem um do Estado que vai para a mesma escola com os alunos do Estado. Por que, então, um ônibus não fazer os dois serviços? A nossa ideia é otimizar o serviço tanto para o município quanto para o Estado”, disse o secretário.

Bandeira disse entender a preocupação das APMCs. Mas afirmou que não dá para medir a competência da atual administração pelos erros das anteriores. “Nós não podemos condenar alguém que não teve ainda a oportunidade de demonstrar que pode fazer algo”, declarou o secretário de Educação.

Membro do Conselho de Cidadãos de Iranduba, Kennedy Maia, disse que é grande o número de reclamações que o conselho recebe relacionadas ao serviço de transporte escolar prestado pela prefeitura. “O transporte municipal, principalmente o fluvial, as crianças estão sendo conduzidas de forma irresponsável”, criticou Maia.

publicidade
publicidade
MP-AM vai investigar casos de nepotismo na Prefeitura e Câmara de Barreirinha
Espetáculo desenvolvido por alunos da UEA é apresentado nesta quinta (25)
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.