Publicidade
Cotidiano
FREQUÊNCIA

Augusto Ferraz, Wanderley Dallas e Sidney Leite são os mais faltosos da ALE-AM em 2018

De um total de 36 sessões plenárias, o deputado Augusto Ferraz faltou a 26. Levantamento foi feito a partir de dados disponíveis no Portal da Transparência 10/05/2018 às 09:26
Show aug
Augusto Ferraz (ao centro) justifica que parte do seu tempo como parlamentar é dividido entre os assuntos de seu gabinete e o atendimento de demandas políticas no interior do Estado. Foto: Hudson Fonseca/ALE-AM
Náis Campos Manaus (AM)

Três deputados estaduais, Augusto Ferraz (DEM), Wanderley Dallas (SD) e Sidney Leite (PSD), encabeçam o ranking dos mais faltosos às sessões plenárias e ordens do dia da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) no período entre janeiro e a primeira semana de maio, de acordo com levantamento feito pelo Portal A Crítica. Sabá Reis (PR) e Mário Bastos (PSD), em um universo de 24 parlamentares, continuam na lista dos mais assíduos, com 100% de presenças no parlamento estadual. As informações constam no sistema de apoio ao processo legislativo, dentro do Portal da Transparência da ALE-AM. 

Das 36 sessões, realizadas no período pesquisado, Ferraz faltou a 10 ocasiões (27,7%) e a cinco das 13 reuniões de deliberação da Ordem do Dia, onde são realizados os debates e votações de matérias. Dallas e Leite não aparecem como os mais faltosos nas sessões plenárias, mas lideram a fila de ausências em dia de votação, ambos com oito faltas de um total de 13 ou 61,54%. Na liderança isolada do “sumiço” em dias de Ordem do Dia, aparece o deputado Sinésio Campos (PT) com apenas seis presenças registradas.

Justificativa

Ferraz se defende da pecha de um dos mais faltosos ao justificar que parte do seu tempo como parlamentar é dividido entre os assuntos de seu gabinete e o atendimento de demandas políticas no interior. “Fui eleito para estar perto do povo, porque sei o quanto eles precisam que estejamos em contato, vendo in loco a situação de cada um. Desde que fui eleito me desdobro entre o plenário e o trabalho externo, e todas as minhas ausências foram justificadas à mesa diretora”, garantiu o democrata.

Já Wanderley Dallas explica as 14 ausências em dia de trabalho ao afirmar que nestas ocasiões declara o voto antecipadamente e “que todas as faltas foram justificadas à mesa diretora”.

Além do plenário

Para o deputado Sidney Leite, com 12 faltas nos primeiros cinco meses do ano, a atividade parlamentar vai além dos trabalhos exercidos em plenário e que nas principais votações deste ano ele se fez presente às sessões. “Estive presente nas votações mais importantes para o Estado do Amazonas na ALE-AM, como a do aumento salarial dos professores e dos servidores da Saúde, para citar dois casos em particular. No mais, como presidente da Comissão de Educação, fui uma única vez a Brasília acompanhar a posse do novo Ministro da Educação, mas tive outras agendas que demandam o cargo”, enumerou.

Leite cita, ainda, para justificar suas ausências da Assembleia, agenda sobre novas usinas de energia em comunidades distantes no interior e demandas no setor primário. “Visitei desde o início do ano mais de 35 localidades de, pelo menos, 24 municípios do Estado. Minhas ausências foram todas avisadas e justificadas”, garantiu.

No interior

O deputado Sinésio Campos enviou nota à redação declarando que suas ausências são, na maioria, por participar de audiências públicas nas câmaras dos municípios para que seja aplicada a Política de Saneamento no Estado do Amazonas, estabelecida pela Emenda Constitucional n° 93 de maio de 2013.

Sabá Reis

"Eu fui eleito e sou muito bem pago para estar presente e o faço por obrigação e devoção, porque eu priorizo o exercício da minha atividade parlamentar. O mandato aqui é de representação e eu não discuto, não critico a atuação de nenhum outro colega, pois tenho a plena consciência de que não se exerce mandato, bem ou mal, apenas se estiver dando presença no plenário, como se você fosse aluno de escola. Mas eu organizo a minha vida e os meus compromissos após as sessões. Terças, quartas e quintas eu acordo, e acordo cedo, venho dar a minha presença e cumprir a minha obrigação. Eu viajo para os meus compromissos fora de Manaus a partir de quinta-feira ao final da tarde para que eu não comprometa a minha presença. Tenho uma enorme preocupação de que não seja pela minha ausência que a casa deixe de ter quórum”, afirmou o parlamentar.

Publicidade
Publicidade