Publicidade
Cotidiano
No Amazonas

Aumenta em 80% número de pessoas que acessam Internet somente pelo celular

No Amazonas, em 2013, 344 mil pessoas utilizavam somente o celular para acessar a rede mundial de computadores. Em 2014, esse número quase dobrou, chegando a 612 mil 06/04/2016 às 12:53 - Atualizado em 06/04/2016 às 12:57
Show internet
Segundo o estudo, o uso do telefone celular para acessar a internet ultrapassou o do computador pela primeira vez no Brasil
Rafael Seixas Manaus (AM)

O telefone celular se tornou o principal meio de acesso à Internet no Brasil, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para se ter uma ideia, mais da metade dos 67 milhões de domicílios brasileiros passaram a ter acesso à Internet em 2014 (54,9%). Em 2013, esse percentual era 48%. No Amazonas, em 2013, 344 mil pessoas utilizavam somente o celular para acessar a rede mundial de computadores. Em 2014, esse número quase dobrou, chegando a 612 mil.

Segundo a assessoria do IBGE no Estado, o que motivou o aumento foi a democratização de pacotes de Internet oferecidos pelas operadoras de telefonia celular. “Elas [operadoras] conseguiram ampliar os pacotes, dando mais opções para os usuários, enquanto os provedores aumentaram os preços. Muitas pessoas acessam a Internet somente pelo telefone móvel”, explicou Adjalma Nogueira Jaques, assessor de comunicação do órgão.

Conforme a pesquisa, o uso da banda larga móvel, presente em 62,8% dos domicílios com Internet, aumentou 19,3 pontos percentuais em 2014 na comparação com 2013. Já a conexão de banda larga fixa diminuiu 5,2 pontos percentuais e atingiu 71,9% das casas com Internet. O percentual de casas com banda larga móvel era maior no Norte (84,2%) e no Nordeste (66,2%). Além disso, 35% dos domicílios com Internet tinham os dois tipos de banda larga em 2014.

No Brasil, o celular para navegar na rede era usado em 80,4% das casas com acesso à Internet, já o computador para esse fim estava em 76,6% desses domicílios e teve queda na comparação com 2013 (88,4%). A maior proporção desse uso foi registrada no Nordeste, com 92,5% dos domicílios com o celular como meio de acesso à Internet.

Publicidade
Publicidade