Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
INCÊNDIO

Autoridades portuguesas declaram extinto incêndio de Góis

Comandante da Defesa Civil informou à imprensa que o incêndio em Góis foi declarado extinto e, apesar de já não haver risco de reativações, as autoridades vão continuar no terreno



636336844663136664.jpg Após dias de combate ao fogo, incêndio em Góis, em Portugal, é declarado extinto (Foto: Tiago Petinga/EFE)
24/06/2017 às 12:49

As autoridades portuguesas declararam extinto neste sábado (24) o incêndio de Góis, o último foco a ser dominado da grande tragédia que arrasou na última semana o centro do país, informou o comandante de Defesa Civil, Carlos Tavares. As informações são da agência EFE.

O incêndio de Pedrógão Grande, 40 quilômetros mais ao sul e no qual morreram 64 pessoas, ainda não foi dado como extinto.



Tavares informou à imprensa que o incêndio em Góis foi declarado extinto e, apesar de já não haver risco de reativações, as autoridades vão continuar no terreno para efetuar trabalhos de vigilância.

O incêndio em Góis, que começou no sábado passado (17) e afetou também os municípios vizinhos de Pampilhosa da Serra e Arganil, foi controlado na primeira hora da manhã de quinta-feira (22).

Na tarde de quarta-feira (21) já tinha sido dominado o incêndio na vila de Pedrógão Grande, também iniciado no sábado.

Juntos, os incêndios deixaram mais de 250 feridos entre civis e bombeiros.

O secretário de Estado de Administração Interna de Portugal, Jorge Gomes, disse na quinta-feira que o incêndio de Pedrógão Grande poderia ser dado como extinto na sexta-feira ou neste sábado se as condições meteorológicas permitissem.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.