Publicidade
Cotidiano
Notícias

Avião AirAsia: mais de 40 corpos são retirados do mar

Navio de guerra encontrou mais de 40 corpos no Mar de Java em meio às buscas pelos destroços do avião da AirAsia, que desapareceu domingo (28) com 162 pessoas a bordo 30/12/2014 às 09:12
Show 1
Diretor-geral da Aviação Civil da Indonésia diz que destroços pertencem à aeronave AirAsia
Agência Lusa Jacarta

Um navio de guerra indonésio retirou nesta terça-feira (30) mais de 40 corpos no Mar de Java em meio às buscas pelo avião da AirAsia, que desapareceu no domingo (28), com 162 pessoas a bordo, disse Manahan Simorangkir, porta-voz da Marinha local.

“Com base na rádio militar, foi reportado que o navio de guerra Bung Tomo recuperou 40 corpos e que o número está aumentando”, disse Manahan Simorangkir.

As autoridades indonésias confirmaram que os destroços detectados durante as operações de buscas no Mar de Java pertencem ao avião da AirAsia, que decolou no domingo da cidade indonésia de Surabaia, com destino a Singapura, onde deveria ter pousado cerca de duas horas depois.

Um corpo foi encontrado flutuando no Mar de Java durante as buscas pelo avião da AirAsia, informou o chefe da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia, Bambang Soelistyo. “Avistamos um objeto flutuando que acreditamos ser o corpo de um dos passageiros do avião", disse Bambang Soelistyo.

“Com base na observação feita pelo pessoal de busca e resgate, foram encontrados itens significativos como uma porta de passageiros e uma de carga. Estão no mar, a 160 quilômetros a Sudoeste de Pangkalan Bun”, no centro de Kalimantan, na Ilha de Bornéu, explicou Murjatmodjo.

Pouco antes, um porta-voz da Força Aérea da Indonésia revelou que tinham sido localizados vários objetos, alguns dos quais de grande dimensão, de cor branca, no Mar de Java, durante as buscas aéreas, e que alguns dos itens avistados assemelhavam-se a uma porta de avião e a uma rampa de emergência.

Os destroços foram localizados a cerca de 10 quilômetros da última posição do avião, capturada pelo radar. O Airbus 320-200 da AirAsia desapareceu no domingo, depois de ter decolado da cidade indonésia de Surabaia, com destino a Singapura. A bordo seguiam 162 pessoas, das quais 155 passageiros e sete membros da tripulação.

Familiares dos passageiros do voo QZ8501 abraçaram-se e começaram a chorar na cidade indonésia de Surabaia, enquanto viam as imagens transmitidas pela televisão indonésia.

Publicidade
Publicidade