Domingo, 22 de Setembro de 2019
Garimpeiros

Avião cai em região de garimpo no sul do Amazonas, diz polícia. Há dois desaparecidos

O local exato do acidente ainda não foi confirmado, mas seria próximo aos municípios de Apuí, Novo Aripuanã e Borba. A Aeronáutica ainda não confirmou a queda da aeronave



2217450249_f9278618e7_o.jpg Imagem ilustrativa (Foto: Agência Brasil)
07/07/2016 às 20:43

Uma aeronave de pequeno porte caiu em uma área de garimpo no sul do Amazonas no final da tarde desta quinta-feira (7), numa região localizada entre os municípios de Apuí, Novo Aripuanã e Borba. O local exato do acidente ainda não foi confirmado. A aeronave envolvida seria uma Paradise Experimental Asa Alta. Duas pessoas estão desaparecidas.

As duas vítimas do acidente seriam o piloto e o dono da aeronave. Segundo o delegado Francisco Rocha, titular da 71ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Apuí, a vítima proprietária do avião seria José Pereira da Silva, conhecido como “Zé Comprido”, empresário e dono do garimpo. “Foram dois. O piloto e o ‘Zé Comprido’. Ele e um ajudante, um trabalhador que estava prestando serviço”, disse.

As informações sobre a queda do avião foram repassadas pelo delegado. “Estão confirmados dois mortos, só que em razão da falta de visibilidade agora a noite não tem como chegar ao local, que é uma área de garimpo”, disse.

Até o momento, a Aeronáutica ainda não confirmou o acidente. “Soubemos da suspeita, mas não tivemos nenhum tipo de informe ou comunicado. Mas estamos em contato com a delegacia local”, disse o chefe do Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), tenente-coronel André Luiz Mota.

Como a localização do acidente não foi confirmada, e devido a pouca de visibilidade no local durante a noite, os trabalhos de buscas pelas vítimas devem começar somente na manhã desta sexta-feira (8). “O acidente foi fora do perímetro do município (de Apuí), mas as pessoas são daqui. Só vão sair amanhã para resgatar e trazer (as vítimas)”, explicou o delegado Rocha.

O órgão da Aeronáutica que trata de trabalhos de busca e de salvamento em acidentes aéreos – a Salvaero Serviço de Busca e Salvamento, também não confirmou a queda do avião. “A Salvaero tem base em Manaus, mas sempre é acionada em casos de acidentes para fazer as buscas”, explicou o comandante do Seripa VII, tenente-coronel Mota.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas não foi acionado para a ocorrência. “Procurei me informar sobre o ocorrido com a aeronave e sobre a situação das vítimas. No entanto, até o momento o sistema 193 não recebeu qualquer chamado. Estamos reunindo informações com o pessoal de Apuí para que possamos prestar pessoal, materiais e equipamentos para os trabalhos no local”, disse o soldado Denis Ferreira, dos bombeiros.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.