Sábado, 24 de Agosto de 2019
Investigação

'Avião não tinha combustível na hora da queda', diz autoridade da Colômbia

"Podemos afirmar claramente que a aeronave não tinha combustível no momento do impacto", disse Freddy Bonilla, secretário de Segurança Aérea da Colômbia



ACIDENTE022.jpg No acidente morreram 71 pessoas. Foto: Foto: Policia Antioquia
30/11/2016 às 22:52

Apresentados nesta quarta-feira (30), resultados preliminares da investigação do acidente com a delegação da Chapecoense apontam que a aeronave estava sem nenhum combustível ao cair. "Podemos afirmar claramente que a aeronave não tinha combustível no momento do impacto", disse Freddy Bonilla, secretário de Segurança Aérea da Colômbia.

 Das 77 pessoas que estavam a bordo, 71 morreram e apenas seis sobreviveram. O avião, que saiu de Santa Cruz de La Sierrar rumo a Medellín, bateu contra uma montanha em La Unión na madrugada da última terça-feira (29).

Segundo Freddy Bonilla, a ausência de combustível foi percebida logo após as primeiras inspeções dos destroços do avião. Agora, ainda de acordo com o secretário, os investigadores trabalham com a hipótese de "pane seca", quando a falta de combustível faz parar os sistemas elétricos da aeronave. "Iniciamos uma apuração para esclarecer o motivo pelo qual essa aeronave estava sem combustível no momento do impacto", completou Bonilla.

A tripulação do Avro RJ-85 da companhia aérea boliviana LaMia pediu prioridade para pousar em razão da falta de combustível às 0h48 (horário de Brasília). Quatro minutos depois, às 0h52, declarou emergência. Os destroços foram encontrados a 17 km do aeroporto José María Córdova.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.