Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
Audiência pública

Bancada leva casos de apagões e reajuste de energia no Amazonas para ministro

Parlamentares discutirão nesta terça (17), em audiência pública, sobre os constantes backouts e o aumento de 21,54% na tarifa de energia elétrica



1.jpg
11/12/2016 às 13:38

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, marcou para a próxima terça-feira (13), às 17h30, a audiência pública com a bancada de deputados federais e senadores do Amazonas para discutir os constantes apagões em Manaus e nos municípios da Região Metropolitana. Outro tema da reunião será o reajuste de 21,54% na tarifa de energia elétrica, determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no final de novembro deste ano.

“Nós queremos saber de que forma foram feitos esses cálculos que geraram um reajuste tão acachapante. Portanto, a bancada solicitou a audiência com o ministro de Minas e Energia para que possamos debater esses problemas que estão afligindo muito a população do Amazonas. E na última quinta-feira (8), o ministro Fernando Coelho Filho, que retornou da viagem ao exterior, confirmou a reunião”, informou o coordenador da bancada do Amazonas, deputado Átila Lins (PSD-AM).

A sugestão de os parlamentares do Amazonas irem ao MME foi do senador Omar Aziz (PSD-AM) que, na semana passada, criticou o reajuste na conta de luz e os apagões em Manaus e municípios vizinhos. “Essa é mais uma herança maldita do governo anterior que, em dado momento, chegou a anunciar R$ 6 bilhões de investimentos em energia só no Amazonas. Não fez absolutamente nada. A população e nossa cambaleante economia já não suportam mais isso”, disse Omar Aziz.

O reajuste tarifário da Amazonas Distribuidora de Energia (AmE) foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 29 de novembro de 2016. Os novos percentuais entraram em vigor a partir da publicação no Diário Oficial da União (DOU). A empresa atende 775 mil unidades consumidoras localizadas no Estado do Amazonas. O reajuste havia sido suspenso em novembro e será cobrado a partir deste mês de dezembro, conforme a Eletrobras Distribuição Amazonas. Os consumidores residenciais terão o valor da energia elétrica 21,54% mais caro, ao passo que para indústrias, o aumento será de 17,78%.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.