Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Transmissão Parintins

Band não quer mais transmitir Festival Folclórico de Parintins

Diretor-geral da emissora paulista vai a Parintins juntamente com representantes da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) para fazer uma proposta aos presidentes das duas agremiações folclóricas



1.jpg Transmissão ao vivo de Festival Folclórico de Parintins está ameaçada
07/06/2012 às 16:47

PARINTINS, AM -  A TV Bandeirantes não quer  transmitir ao vivo, este ano, o Festival Folclórico de Parintins para todo o país. Hoje, o diretor-geral da emissora paulista, Caio Carvalho, desembarcará em Parintins, na companhia de representantes da Secretaria de Cultura do Estado (SEC)  para propor a presidente do Caprichoso, Márcia Baranda e ao presidente do Garantido, Telo Pinto que o festival seja gravado e exibido nas madrugadas somente o compacto, com os melhores momentos das três noites do espetáculo.

A notícia foi confirmada pelo presidente do Garantido, que demonstrou descontentamento com a idéia. De acordo com Telo, a direção da Band pretende gravar as noites dos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho, datas da realização do evento, este ano, e exibir apenas quatro horas do espetáculo.  A alegação da emissora seria a queda de audiência do festival na sexta, sábado e  no domingo. O Festival de Parintins começa a partir das 20h e cada boi tem duas horas e meia de apresentação. Telo Pinto disse que o Garantido será intransigente e não aceitará a proposta. “O secretário (Robério Braga) chamou eu e a presidente do contrário em seu gabinete, na semana passada, e nos disse que a Band estava com dificuldades em transmitir ao vivo o festival este ano”, revelou o presidente do vermelho.

A TV não quer tirar o horário do jornal da Band, na sexta e o programa Pânico, aos domingos. Ambos os programas são exibidos no mesmo horário da transmissão da festa folclórica. Por esse motivo Garantido  e Caprichoso entrariam na grande nas madrugadas, em horários que ainda não foram revelados. O presidente Telo Pinto disse ainda que a não transmissão do festival ao vivo, resultará em quebra de contrato. “Já pedimos ao nosso Departamento Jurídico para verificar as clausulas de contrato e as multa para o caso de não cumprimento do contrato”,afirmou.

Em 2008, a TV Bandeirantes venceu o processo de licitação estadual para obter os direitos de transmissão do festival, para um período de cinco anos. 2012 é o ultimo ano desse contrato. “ A Band não vem cumprindo itens do contrato desde 2008. Uma clausula do contrato diz que a emissora seria responsável para gravar e divulgar  o Cd dos bois e nunca fez isso”, argumento Pinto.  O local e o horário da reunião em Parintins não foi divulgado. O Festival de Parintins é transmitido ao vivo há 17 anos. “Isso é muito complicado. Fomos pegos de surpresa porque precisamos de divulgação da festa. Não sabemos como ficará se houver o rompimento. Será que iremos para outras TVs transmitirem o festival¿. Não sabemos ”, afirmou Pinto.

A reportagem de A CRÍTICA tentou ouvir a presidente do Caprichoso, mas as chamadas caiam na caixa postal. Sobre o assunto o  secretário de Cultura do Estado, Robério Braga, preferiu não comentar. “Este é um assunto que deverá ser tratados pelos bois. O contrato da Band é com os bois”, disse o secretário. Os dirigentes dos bumbás aguardavam o secretário na reunião. Robério confirmou que enviou uma equipe da SEC a Parintins para lhe representá-lo neste encontro.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.