Terça-feira, 21 de Maio de 2019
AMAZONAS

Barco que tombou em Anamã estava sem autorização para navegar, diz Marinha

O barco “Amazônia de Deus” havia sido retirado de tráfego desde fevereiro deste ano. Caso ocorreu no último sábado (14) nas proximidades de Anamã



BARCO.JPG
Foto: Divulgação
15/04/2018 às 16:28

A embarcação “Amazônia de Deus” que tombou no último sábado (14) nas proximidades de Anamã, município distante 165 quilômetros de Manaus, estava sem despacho para navegar. A informação é da Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9° Distrito Naval (Com9ºDN).

O barco havia sido retirado de tráfego, por meio de portaria da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), desde fevereiro deste ano e, portanto, se encontrava sem despacho para navegar, descumprindo ordem do agente da autoridade marítima na região.

O Com9ºDN informou que uma aeronave do 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realizará o reconhecimento aéreo e o deslocamento de uma equipe de Inspeção Naval da CFAOC para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do ocorrido.

No dia do acidente, o Com9ºDN deslocou até o local a aeronave para averiguar a informação de que havia ocorrido um naufrágio nas proximidades de Anamã. O número total de pessoas a bordo da embarcação não foi informado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.