Publicidade
Cotidiano
Notícias

Batalhão de Trânsito da PM apreende 120 quilos de maconha na barreira da Ponte Rio Negro

Droga foi achada com três homens que tentavam passar pela barreira policial que fica em Iranduba, antes de chegar à ponte. Dois estavam de carro e outro numa moto 01/09/2015 às 11:15
Show 1
José Henry, Dioneson Figueiredo e Diogo Ferreira, nesta ordem
ACRITICA.COM ---

Cerca de 120 quilos de maconha foram apreendidos pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) com três homens que tentavam chegar a Manaus pela Ponte Rio Negro, acesso à rodovia estadual AM-070, na manhã desta terça-feira (1º). A droga foi encontrada quando eles tentavam passar pela barreira policial que fica em Iranduba, antes de chegar à ponte.

Três homens foram detidos, além de um carro, uma motocicleta e celulares. Dois suspeitos estavam no carro modelo Astra de cor branca e placas NON 6580 – Diogo Ferreira Carvalho, 29, e o colombiano José Henry, 26 – e o outro seguia o Astra pilotando a motocicleta modelo Yamaha de placa PHF 5155: Dioneson Figueiredo dos Santos, 28.

A apreensão foi feita por volta das 5h30 durante vistoria de rotina na barreira policial, conforme informações dos policiais do BPTran, sargento PM Eustákio, cabo PM M. Oliveira, cabo PM V. Rodrigues e soldado PM Elizoney. Segundo eles, a droga estava no porta-malas do Astra, dividida em 131 tabletes envolvidos com plástico e colocados em sacos maiores.


Maconha estava distribuída em 131 tabletes. Divulgação

De acordo com os policiais do BPTran, o carro Astra passou por primeiro na barreira e foi apreendido. Logo depois, Dioneson passou na motocicleta e afirmou que conhecia a dupla no Astra, mas que tinha ido apenas socorrer os colegas porque o pneu do veículo deles teria furado antes, e que o mesmo só estava acompanhando-os na viagem. A moto, segundo Dioneson, seria emprestada de uma pessoa em Manaus, a qual ele não informou a identidade.

Segundo o BPTran, Diogo assumiu que a droga era dele e que havia ido buscar o material no porto de uma olaria naquela região. Ele não informou a procedência e nem o local onde deixaria o entorpecente em Manaus, apenas disse que os pacotes estariam avaliados em R$ 5 mil e que teria recebido a mesma como pagamento de uma dívida não informada.


Apreensão foi feita em vistoria na barreira policial. Divulgação

Os três suspeitos disseram aos policiais militares que era a primeira vez que se envolviam com o tráfico drogas. Todos os materiais aprendidos foram encaminhados e apresentados à 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) em Iranduba, para os procedimentos legais. Os homens poderão ser autuados por tráfico de drogas e ir para cadeia.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade