Publicidade
Cotidiano
Notícias

Bispos do Amazonas e Roraima discutem desafios e carências da Igreja na Amazônia

Assembleia realizada no bairro Chapada, em Manaus discute os rumos da Igreja Católica em toda a Amazônia 15/09/2015 às 18:22
Show 1
A partir da discussão dos Planos de Evangelização Pastoral das dioceses e prelazias do Regional Norte I, foi tratada a questão indígena e suas implicações na evangelização dos povos amazônidas
acritica.com Manaus (AM)

No primeiro dia da 43ª Assembleia Regional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB Norte I, que está acontecendo no Centro de Treinamento Maromba, os bispos das Dioceses e Prelazias dos estados do Amazonas e Roraima refletiram as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil.

O tema central foi assessorado por Dom Mário Antônio da Silva, bispo auxiliar de Manaus e Presidente da CNBB – Regional Norte I, que foi membro da Comissão Central do texto em referência, na última Assembleia Geral da CNBB em Aparecida/SP.

Nesta terça (15), pela manhã, o Vaticano divulgou a lista dos participantes do Sínodo Ordinário da Família, que acontecerá em Roma, de 4 a 25 de outubro.

Além dos eleitos, o Papa também nomeou, por vontade própria, alguns bispos, professores, especialistas e casais. Entre os nomeados está Dom Sérgio Eduardo Castriani, arcebispo de Manaus. Segundo, Dom Mário Antônio, bispo auxiliar de Manaus, “Dom Sergio será a voz da Amazônia, a voz do Regional no Sínodo da Família”.

A partir da discussão dos Planos de Evangelização Pastoral das dioceses e prelazias do Regional Norte I, foi tratada a questão indígena e suas implicações na evangelização dos povos amazônidas.

A Diocese de Roraima através de seu bispo, Dom Roque Palosqui, afirmou que há um sonho de caminhar junto, na riqueza da diversidade, percebendo as dificuldades para realizar a missão devido às distâncias.

Dom Roque, falou ainda, da alegria de celebrar os 100 anos de Evangelização das Comunidades Indígenas da Região das Serras e Missão Maturacá, e da visita pastoral que fará a partir do próximo sábado, dia 19, nas Comunidades Indígenas do Amajari.

Na diocese de Roraima há uma grande preocupação com a situação dos indígenas, disse Dom Roque. Por isso a diocese estabeleceu parceria com o CIMI para articular propostas concretas a fim de encaminhar as soluções junto à sociedade e ao poder público.

Já a diocese de Coari apresentou o projeto de criação de uma Fazenda da Esperança, para atender as comunidades ribeirinhas. Foi consenso entre os participantes da assembleia da CNBB – Regional Norte I, a institucionalização da Cáritas para a criação de uma Rede de Solidariedade para servir o povo do interior.

Serviço:

Data: 14 a 17 de setembro de 2015

Horário: ​​Dia 14 – 18h às 21h

             ​​Dia​s​​ ​​15 e 16 – 8h30min às 12h e 14h30min às 19h

             ​​Dia​ 17 – 8h30min às 12h e 14h30min às 17h

Local: Centro de Treinamento Maromba

             Rua Juará, s/n° - Chapada (antiga Rua da Maromba)

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade