Publicidade
Cotidiano
Notícias

Boas razões para dar um 'upgrade' na carreira

Empresas de RH buscam preparar melhor o profissional para que ele logre êxito em toda a carreira 24/08/2013 às 14:48
Show 1
Alana Pereira, da Strategic Advanced, ressalta que através do plano de carreira é possível explorar habilidades
OLÍVIA DE ALMEIDA ---

As mudanças no mercado de trabalho têm exigido do profissional não apenas conhecimento técnico, mas também habilidades e comportamento que o façam destacar-se na multidão. Com esse intuito, buscar um plano de carreira se torna uma boa opção atrativa para aqueles que desejam dar um “upgrade” no currículo.

E foi por esse motivo que Márcio Sampaio (coachee), formado em ciências exatas, buscou as orientações de uma empresa de recursos humanos que oferecesse o serviço. “Eu queria alcançar novos horizontes e metas para a minha vida profissional e pessoal”, disse.

Sampaio conta que conseguiu sair de um cargo operacional para uma gerência, graças ao auxilio de profissionais que lhe deram orientações de como se transformar um candidato ideal de qualquer empresa. “Tive avaliação psicológica, comportamental e até de imagem, com isso aprendi a me expressar e relacionar melhor com as pessoas”, revela o profissional.

E se engana quem pensa que para por aí, Márcio afirma que continua recebendo orientações para continuar evoluindo com profissional. “Pretendo pelos próximos anos ficar focado no crescimento da minha carreira, essa deve ser uma meta de qualquer profissão que deseja se manter no mercado”, observa.

Outro que recorreu ao serviço foi o Ricardo Serrão, profissional da área de custos e contábil, que tinha como objetivo subir de nível hierárquico numa empresa multinacional e em um pouco mais de um ano ele realizou esse sonho. “E não vou parar por aqui esse é um processo contínuo ao longo da minha carreira”, disse.

Segundo Paula Pedrosa, gerente na Krüt Consultoria, o que se deve primordialmente levar em conta na hora de um plano de carreira, é a definição da área de atuação e onde deseja chegar. “Para em seguida traçar objetivos e metas para várias vias: educação, comportamental, cursos complementares, atuação em si, networking, fortes empresas para se trabalhar, vestimentas, tudo voltado para atingir o resultado esperado, que é planejado de acordo com cada profissional”, explica.

Alana Lima Pereira, assessora organizacional da Strategic Advanced, ressalta que através do plano de carreira é possível até mesmo conhecer e explorar habilidades que possui, mas não utiliza e dessa forma o profissional e com isso descobrir o interesse por uma nova área. “E ele poderá investir em suas potencialidades na nova carreira por meio de pesquisas de mercado e planejamento”, frisou.

Entretanto, a Paula Pedrosa avisa que isso irá exigir do profissional fôlego financeiro, já que quando se muda de área, geralmente você inicia em cargos mais básicos, até por não ter a experiência exigida, fugindo a exceção um caso ou outro. "Portanto se o profissional, seu cônjuge ou sua família tiver fôlego financeiro para segurar, essa é uma excelente saída quando é o caso de se estar insatisfeito na área de atuação", acrescentou.

Dicas para a carreira

Para quem pensa em dar um ‘up’ na sua carreira a dica dos especialistas é está sempre em busca da ampliação de conhecimentos, através de fazer cursos, atualização constante, além de estabelecer metas, planejar aonde quer chegar, procurar meios de conseguir o que se pretende e gerenciar o tempo de forma vantajosa.

Na avaliação da Paula Pedrosa, uma das coisas que mais pesam nessa hora, é a mudança de atitude, ou seja, a parte comportamental mesmo. Cursos, especializações, ajudam sim, mas como você se porta mediante a situações, como se veste e como cuida de sua aparência falam muito sobre o profissional.
Publicidade
Publicidade