Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
EQUIPE

Bolsonaro diz que não nomeará ‘condenados por corrupção’ aos ministérios

Nomes confirmados até agora pelo presidente eleito são Onix Lorenzoni na Casa Civil, Paulo Guedes na Economia, Augusto Heleno na Defesa, Marcos Pontes na C&T e Sérgio Moro no superministério da Justiça



bolsonaro-aula_3F15A7EB-8E3E-4AFC-8A62-68FDC958D4B1.jpg Foto: Agência Brasil
01/11/2018 às 09:27

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse em sua conta do Twitter que não vai nomear “condenados por corrupção” nem tolerar “especulação maldosa e sem credibilidade” sobre os nomes que vão compor sua equipe. Ele disse ainda que vai anunciar os escolhidos nas redes sociais.

“Nossos ministérios não serão compostos por condenados por corrupção, como foram nos últimos governos. Anunciarei os nomes oficialmente em minhas redes. Qualquer informação além é mera especulação maldosa e sem credibilidade“, tuitou o Bolsonaro.

Até o momento, cinco nomes foram confirmados a equipe ministerial do futuro governo. Ontem pela manhã, o presidente eleito confirmou o astronauta brasileiro e major da reserva Marcos Pontes para assumir o Ministério de Ciência e Tecnologia. Anteriormente, ele definiu os titulares para a Defesa, o general da reserva Augusto Heleno; para o superministério da Economia, Paulo Guedes; e na Casa Civil, o deputado federal Onix Lorenzoni (DEM-RS). Nesta quinta-feira (1), o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, aceitou o convite para o superministério da Justiça. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.