Publicidade
Cotidiano
REAPROVEITAMENTO

Brasil recicla 98% das latinhas de alumínio de bebidas, apontam associações

Dados de associações estimam injeção de R$ 730 milhões na economia brasileira. Entidades afirmam que reciclagem de latinhas consome apenas 5% da energia utilizada em comparação à bauxita 28/10/2016 às 15:47
Show latas
Associações estimam injeção de R$ 730 milhões na economia (Foto: Bruno Kelly/AC)
Bruno Bocchini (Agência Brasil) São Paulo (SP)

O índice de reciclagem das latinhas de alumínio de bebidas no Brasil atingiu 97,9% em 2015, com um total de 292,5 mil toneladas de latas recicladas, quase a totalidade das embalagens colocadas à venda. Os dados, divulgados nesta sexta-feira (28), são da Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas).

De acordo com as duas entidades, somente na coleta da latinha foram injetados cerca de R$ 730 milhões na economia brasileira. “O valor equivale a quase um milhão de salários-mínimos por ano, confirmando a importância da reciclagem para a geração de emprego e renda para os catadores de materiais recicláveis”, destacou o coordenador do Comitê de Mercado de Reciclagem da Abal, Mario Fernandez.

Segundo a entidade, a reciclagem das latinhas consome apenas 5% da energia que seria utilizada para a produção das mesmas a partir do alumínio primário, extraído da bauxita. “A economia de energia gerada nessa reciclagem atenderia à demanda residencial anual de energia de um estado como Goiás”, disse Fernandez.

Publicidade
Publicidade