Sábado, 24 de Agosto de 2019
Notícias

‘Brinquedos e Memória’ são resgatados durante exposição no Museu Amazônico da Ufam

A exposição a ser inaugurada nesta sexta (3), até o dia 31 deste mês, tem o objetivo de despertar adultos e crianças para a importância do brincar



1.gif Luíza Araújo, professora de Artes, diz que visitas podem ser agendadas
03/10/2014 às 12:36

Quem nunca brincou de pião, papagaio, boneca, casinha e amarelinha terá a oportunidade de conhecer esses e outros brinquedos, muitos dos quais com objetivo educativo. Quem os conhece poderá revê-los ou conhecê-los esse lado do universo infantil numa deliciosa exposição temporária “Brinquedo e Memória”, a ser inaugurada nesta sexta-feira (3) e ficará até o dia 31 deste mês, no Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na Rua Ramos Ferreira, 1036. Mais de 200 brinquedos clássicos, antigos, indígenas e até estrangeiros estarão e na programação, atividades pedagógicas serão oferecidas às crianças que visitarem o museu no período da exposição.

No roteiro estabelecido pela museóloga Jane Cony, a pedagoga Carolina Brandão Gonçalves, curadora da exposição dividiu a exposição em três tempos. Estarão expostos brinquedos indígenas, artesanais e industriais. “A ideia da exposição partiu de um grupo dentro do museu e como a museóloga já tinha um projeto, fomos partilhando e coletando os brinquedos”, disse Carolina, revelando que o mês de outubro para realização da exposição foi mais do que coincidência. “Programamos para este mês porque queremos também discutir temáticas em eventos paralelos como palestras e oficinas que vão acontecer no período da exposição”, completou.

DESPERTAR

No principal objetivo da exposição, está o de despertar, por meio de objetos, textos, publicações e imagens, a memória dos adultos e a curiosidade das crianças. As peças antigas são de colecionadores, os brinquedos artesanais, alguns ainda usados por crianças no interior do Estado e alguns brinquedos indígenas chamam a atenção pela inventividade e originalidade.

Palestras que vão tratar da diferença de criança e infância, questão ignorada pela maioria das pessoas serão oferecidas para permitir que estudantes, professores de educação infantil, pais e mães possam conhecer melhor as várias maneiras de entender uma criança, explicou Carolina. Além disso, alunos de Matemática e Pedagogia vão desenvolver jogos temáticos e divertidos para as crianças.

“É uma exposição para adultos e crianças”, avisa a pedagoga, lembrando que até o Século XVI não havia distinção entre brinquedo de criança e adulto. “Na Idade Média, adultos e crianças brincavam juntos, agora que na sociedade fazemos diferença”, disse ela, destacando a importância do brinquedo para socializar e educar. Segundo Carolina, para criança não há distinção entre ela e o adulto no momento de numa brincadeira e com o potencial pedagógico grande, o brinquedo tem inclusive esse papel de educar. Por isso, todos os que se interessam pela infância, educação e querem rever os brinquedos da infância, podem visitar a exposição, que estará aberta nos dias de semana, em horário comercial.

Personagens saíram de livros

Na origem, todos os brinquedos artesanais de todos os povos foram criados nas casas, em pequena escala. Quando a indústria se apossou do tema, as princesas que saíram dos livros e ganharam forma e estrutura, fogões e geladeiras formavam jogos de brincadeiras.

A museóloga Jane Cony explica que no Brasil, os brinquedos foram introduzidos pela Coroa Portuguesa. Os indígenas não tinham a cultura do brincar. A maioria dos brinquedos deles está relacionada às tarefas que as crianças exercerão quando adulto. Deles são brinquedos feitos com fibras trançadas, madeira usadas para fazer canoas, arcos e flechas em miniatura destinados aos meninos. Para as meninas, panelinhas, tipoias e bonecas. Entre os brinquedos mais populares estão a curica, o papagaio, jogo de botão, iô-iô, origames construídos por um estudante da Escola Estadual Francelina Dantas e até um casal de bonecos de madeira de crianças da etnia tikuna.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.