Publicidade
Cotidiano
Caso Bruno desfecho

Bruno é condenado a 22 anos de prisão pelo assassinato de Eliza Samudio

Ex-goleiro foi condenado a 22 anos e três meses de prisão. A ex-mulher de Bruno, Dayanne Souza foi absolvida da acusação do seqüestro de Bruninho 08/03/2013 às 08:11
Show 1
Tribunal do Júri condenou Bruno pela morte de Eliza Samudio
acritica.com Manaus

O ex-goleiro Bruno, 28, foi condenado pelo Tribunal do Júri de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, a 22 anos e três meses de prisão, por homicídio triplamente qualificado, seqüestro e ocultação do cadáver de Eliza Samudio. O crime ocorreu no dia 10 de junho de 2010.  A ex-mulher de Bruno, Dayanne Souza, foi absolvida da acusação de seqüestro do filho de Eliza, Bruninho. Com a condenação, Bruno permanece recluso na penitenciária federal de segurança máxima Nelson Hungria, em contagem, onde está detido desde julho de 2010.

A juíza Marixa Fabiane Lopes, do Tribunal do Júri, classificou Bruno, em sua sentença, como um pessoa "fria, violenta e dissimulada".

Publicidade
Publicidade