Publicidade
Cotidiano
Notícias

Café com o cliente à mesa

Utilizar sacolas de pão como suporte de mídia alternativa é o negócio que a empresária Adelia Valares trouxe para Manaus, na condição de franqueada da empresa paranaense 14/04/2013 às 13:37
Show 1
Adélia Valares encarou o desafio de empreender com a franquia DivulgaPão, da qual espera retorno em seis meses, no máximo
jornal a crítica Manaus (AM)

“Tome um café da manhã todos os dias com o seu cliente”. Essa é a proposta da DivulgaPão, franquia de mídia alternativa que, em abril, começa a operar nas Zona Norte e Leste de Manaus. Como diferencial, a empresa oferece anúncios publicitários em sacolas de pão.

Idealizado pelo publicitário paranaense Wagner Rover, o negócio parte do princípio de que 96% da população brasileira consome pão, pelo menos uma vez por dia.

As sacolas personalizadas são oferecidas gratuitamente aos donos de padarias, que se encarregam de distribuí-las aos clientes. Essa nova mídia deu tão certo que Rover expandiu o negócio e, de 2011 para cá, já são 130 unidades franqueadas espalhadas pelo País.

Padrão

A ideia de trazer a franquia para as Zonas Norte e Leste de Manaus foi da empresária Adélia Valares, 30. Ela explica que o tamanho padrão do anúncio (sempre colorido) é de 96,5 x 51 milímetros e custa R$ 550. O cliente pode comprar quantos espaços quiser, até a sacola inteira.

“Quando você manda imprimir mil cartões de visita, a R$ 350, o custo por unidade é de R$ 0,35. Com panfletos, gasta-se em média R$ 0,12 por unidade, dependendo da tiragem. E você não tem a certeza de que vai distribuir todos. Nas sacolas da DivulgaPão, você investe R$ 550 e a tiragem é de 33 mil sacos. Ou seja, cada anúncio sai a R$ 0,01 e o anunciante tem a certeza de que todos vão ser entregues”.

Segundo Adélia, o cadastramento nos próximos meses deve fechar em 70 padarias. Em cada uma delas, o alcance das propagandas é de 12 mil a 15 mil pessoas por mês.

Como funciona

A equipe de vendas tem 15 dias para fechar contrato com os anunciantes. Em seguida, as informações vão para Curitiba (PR), onde uma agência publicitária cria cada anúncio e reenvia para aprovação dos clientes. Dado o “ok”, o material segue para impressão, também na capital paranaense, e é enviado a Manaus. Esse processo dura no máximo 40 dias.

A primeira tiragem está fechada e segue para distribuição nas panificadoras no fim de abril. A consultora de vendas Rhayssa Souza, 23, afirma que essa mídia alternativa é indicada tanto para profissionais autônomos e microempresários quanto grandes empresas. “Anunciar na DivulgaPão é interessante para quem tem um negócio nas redondezas de determinada padaria do bairro, por exemplo. Mas também há marcas de refrigerantes, de telefonia e universidades anunciando nas sacolas de pão”.

Estudo de viabilidade

A escolha das zonas Norte e Leste para a instalação da franquia foi de caso pensado, isto é, estudo de viabilidade econômica previamente elaborado. Foi o que disse a empresária Adélia Valares, ressaltando que nessas duas áreas o contingente de moradores é grande, o que atendeu à sua ideia de fazer um investimento um pouco maior, na expectativa de que em seis meses, no máximo, já pudesse vir a obter o retorno esperado.

“Normalmente, o franqueador opta por se instalar em uma área correspondente a cem mil habitantes, mas vimos potencial para o investimento e resolvemos ousar, aportando um pouco mais de dinheiro por vislumbramos potencial excelente nas zonas Norte e Leste”, explicou Adélia.

Inicialmente, o negócio começa com ela, o marido e uma consultora de vendas, mas a ideia é ampliar esse quadro na medida que o próprio mercado for exigindo. “Não tenho dúvida de que o negócio vai prosperar, por se tratar de uma empreendimento para o qual existe demanda no mercado local, que logo perceberá o diferencial do nosso serviço”, comentou a empresária, visivelmente otimista com a franquia.

Publicidade
Publicidade