Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Câmara aprovou

Câmara libera criação de 14 mil novos cargos no governo Temer, que nega despesa extra

Segundo o governo, a criação dos cargos será compensada pela extinção de outros que se encontram vagos. Porém, as mudanças não eliminam a possibilidade de despesas futuras



MC_Temer_posse_Foto_Marcello_Casal00405122016-850x567.jpg (Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)
03/06/2016 às 14:49

O Ministério do Planejamento informou hoje (3) que os mais de 14 mil novos cargos na administração federal, aprovados pela Câmara dos Deputados, não resultarão em custos adicionais ao governo.

Os 14 mil novos postos de trabalho na administração federal foram criados junto com a aprovação de reajustes de servidores públicos do Executivo, do Judiciário e do Legislativo.

Segundo o Ministério do Planejamento, a criação dos novos cargos será compensada pela extinção de outros que se encontram vagos. O projeto de lei aprovado na Câmara, e que segue agora para o Senado, prevê a extinção de 15.994 cargos.

As mudanças não eliminam a possibilidade de despesas futuras, com o eventual preenchimento das vagas em aberto.

Em nota, o Ministério do Planejamento acrescentou que a atual legislação orçamentária veta a realização de concursos públicos este ano e que, por isso, os cargos vagos não resultarão em novas despesas a curto prazo.. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.