Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020
PRAZO

Campanha de atualização cadastral de animais encerra na próxima terça (30)

Produtores rurais dos municípios de Apuí, Boca do Acre, Canutama, Humaitá, Lábrea, Manicoré, Novo Aripuanã, Pauini, Guajará, Envira, Eirunepé, Ipixuna e Itamarati devem realizar a atualização



Roberto_Ar_ujo_SECOM_764EA819-AD8C-4EFC-A219-FA74F62B1B76.JPG Foto: Divulgação
23/06/2020 às 13:31

Visando garantir ao Amazonas o reconhecimento nacional pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e ainda internacional, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) na condição de área livre de febre aftosa sem vacinação, a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) encerra a campanha de atualização cadastral de animais na próxima terça-feira (30/06). A ação está sendo realizada em 13 municípios das regiões sul e sudoeste do Amazonas, que fazem parte do Bloco I, do Plano Estratégico de 2017-2026, previsto no Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PE-Pnefa).  

Municípios- Os produtores rurais dos municípios de Apuí, Boca do Acre, Canutama, Humaitá, Lábrea, Manicoré, Novo Aripuanã, Pauini, Guajará, Envira, Eirunepé, Ipixuna e Itamarati, além de parte de Tapauá, devem realizar a atualização do cadastro na Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav), da Adaf, onde sua propriedade está cadastrada. 



Nesses municípios, a campanha de vacinação contra a febre aftosa foi substituída pela atualização cadastral dos animais.

“Gostaríamos de alertar os produtores dos 13 municípios que estão com a vacinação contra a febre aftosa suspensa, que a campanha de atualização cadastral se encerra no dia 30 de junho. Então, todos os produtores que ainda não fizeram a notificação dos seus rebanhos, devem comparecer a uma unidade da Adaf ou ligar para os telefones das unidades. A participação do produtor, nesse momento, é muito importante para o Amazonas alcançar o status livre de febre aftosa sem vacinação”, comentou a médica veterinária e coordenadora estadual do Pnefa, Joelma Silva.

Calendário da campanha- No Amazonas, a primeira etapa da campanha de atualização cadastral estava prevista para ocorrer de 1º até o dia 30 de maio, porém, com a pandemia da Covid-19, houve prorrogação, com encerramento no dia 30 deste mês. A segunda etapa da campanha ocorrerá do dia 1º até 30 novembro. 

Todos os animais- A atualização cadastral não é direcionada somente para bovinos e bubalinos. O produtor rural deverá atualizar a quantidade de todos os animais existentes em sua propriedade rural, ou seja, bois, búfalos, cavalos, jumentos, mulas, suínos, cabras, ovelhas, galinhas, perus, patos, aves ornamentais, peixes e abelhas.

Ficha de Notificação – Para otimizar o atendimento, o produtor poderá também acessar a ficha de notificação dos rebanhos no site da Adaf (http://www.adaf.am.gov.br), onde conseguirá preencher as informações pessoais da propriedade rural, notificando sobre os animais existentes. Em seguida, deverá encaminhar a ficha pelo e-mail ou pelo Whatsapp, da Ulsav, em seu município, para realizar a notificação.

Obrigatório- A atualização é um procedimento obrigatório, prevista na Portaria nº 085, do dia oito de abril de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado do Amazonas (DOE).

Agendamento – Para preservar a saúde da população, levando em consideração a pandemia, a Adaf orienta os produtores rurais para que realizem um agendamento prévio por meio do Whatsapp da Ulsav, do seu respectivo município, para evitar aglomeração dentro dos escritórios locais. A Adaf recomenda obrigatoriamente o uso de máscara. 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.