Publicidade
Cotidiano
Notícias

Campanha de Braga diz que vai continuar mostrando notícias que ligam Melo ao crime organizado

Conforme a assessoria jurídica de Eduardo Braga, a liminar concedida pelo TRE-AM ao candidato à reeleição José Melo não proíbe a abordagem do assunto, apenas a não veiculação do programa da última segunda (20) 23/10/2014 às 09:07
Show 1
Eduardo Braga e José Melo são protagonistas da eleição a governo do Amazonas mais acirrada desde a reabertura política no Brasil
acritica.com Manaus (AM)

Horas depois da concessão de liminar favorável ao candidato à reeleição José Melo (Pros), que barrou veiculação de programa que liga o governador a um traficante, num suposto acordo por votos, a propaganda eleitoral na TV do candidato Eduardo Braga (PMDB) dedicou a maior parte de seu tempo para voltar a citar a suposta ligação entre a atual administração estadual e uma facção do crime organizado do Amazonas.

Segundo o advogado da coligação 'Renovação e Experiência', Daniel Nogueira, a abordagem sobre o assunto irá continuar, uma vez que a liminar proíbe apenas o programa veiculado nas rádios e televisões da última segunda-feira (20).

"A liminar não proíbe o tema, e iremos continuar falando sobre o assunto, que fere qualquer cidadão de bem. Esta não é uma questão eleitoral, e sim social", comentou Nogueira.

Nova edição

Apesar do mesmo contexto, o programa eleitoral da coligação opositora se utilizou de trechos de programas de televisão de alcance nacional – mais precisamente o Cidade Alerta, da Rede Record -, para discursar sobre a polêmica gravação envolvendo o agora ex-subsecretário da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), Carliomar Barros Brandão, e o líder da organização criminosa conhecida como 'Família do Norte' (FDN).

Liminar

A decisão liminar do juiz-auxiliar do TRE-AM, Francisco Carlos de Queiroz, e foi expedida nesta quarta-feira (22). O descumprimento da liminar multa diária de R$ 10 mil. A assessoria da coligação ‘Renovação e Experiência’ informou que eles irão recorrer da decisão.

Em seu despacho, o juiz afirma que a ligação estabelecida pela propaganda de Braga sobe o suposto envolvimento da campanha de José Melo com o crime organizado tende a "difamar a imagem" do candidato José Melo. A liminar foi concedida após um pedido formal da assessoria jurídica da coligação de Melo.

Publicidade
Publicidade