Publicidade
Cotidiano
Notícias

Candidatos ao Enem esperam pela divulgação de gabarito com esperança de bons resultados

Questões estavam bem elaboradas e de fácil compreensão, conforme entrevistados. Em Manaus, candidatos foram prejudicados por falta de energia e chuva no segundo dia de provas 10/11/2014 às 14:10
Show 1
Candidatos que fizeram provas do Enem em Manaus enfrentaram sol e chuva
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Até a próxima quarta-feira (12), os candidatos que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 em Manaus poderão conferir as respostas corretas das 90 perguntas aplicadas no exame no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), onde será divulgado o gabarito oficial da prova. O órgão deve divulgar em breve, também, o local e hora do reteste, para quem ficou prejudicado pela falta de energia em escolas da cidade.

Com quatro tipos de provas, separadas por cores e divididas em dois dias, o Enem deste ano teve 90 questões no primeiro dia, sábado (8), e outras 90 no segundo dia, domingo (9), além da redação. Comparada à prova do ano passado, o exame deste ano teve perguntas mais bem elaboradas e de fácil interpretação, de acordo com candidatos, mas que exigiam empenho.

“A leitura estava muito fácil, as questões estavam bem elaboradas e de fácil compreensão”, opinou Lincoln Ferreira, de 21 anos, que pela segunda vez consecutiva tenta uma vaga em uma universidade pública. Sobre o tema da redação, “Publicidade infantil em questão no Brasil”, o candidato também considerou este um bom assunto. “Achei um tema fácil, mas tive pouco tempo para elaborar. Fiquei nervoso porque só tinha mais meia hora”, contou

Lincoln, que realizou a prova no Centro Universitário Luterano de Manaus, no Japiim, Zona Sul da capital, próximo à sua casa, como muitos manauaras sofreu com a forte chuva que caiu na cidade ao longo de quase todo dia de  domingo (9). “No segundo dia acordei mais cedo, mas peguei chuva do mesmo jeito”, disse. Para ele, mesmo com o temporal, o pior dia para fazer o Enem foi no sábado (8). “No primeiro dia foi mais agonia, porque não passava ônibus e tive que pegar um táxi para chegar a tempo”.

A mesma opinião é compartilhada por Lucas Araújo, de 18, que também presta o Enem pela segunda vez. “Eu cheguei uma hora antes no dia da chuva (domingo). Muita gente não compareceu à prova nesse segundo dia, mas comigo ocorreu tudo tranquilamente”, afirmou. Ele realizou a prova relativamente perto de sua casa, na Escola Jorge Rezende Sobrinho, no bairro Tacrendo Neves, Zona Leste.

Para Lucas, as questões deste ano foram mais conceituais que as perguntas do Enem 2013. “A cada ano exigem um conhecimento mais amplo, mas esse ano era mais interpretação, mais visão geral e superficial, questões mais objetivas, principalmente as de Ciências da Natureza”, avalia. Sobre o tema da redação, o candidato também considerou “Publicidade infantil no Brasil” um assunto de fácil entendimento, porém algo que exigia esforço para desenvolver os vários pontos. “Eu me surpreendi. Eu esperava algo sobre legalização das drogas, aborto, manifestações ou política. Achei o tema fácil, mas difícil foi transformar a ideia em texto".

Mesmo com o gabarito divulgado até esta quarta (12), no máximo, segundo informou o Inep, os resultados individuais da avaliação do Enem 2014 só serão disponibilizados em janeiro do próximo ano, mediante inserção do número de inscrição ou CPF e senha do candidato no site do responsável pelas provas.

Provas canceladas

Em Manaus, duas escolas tiveram as provas canceladas e adiadas por conta de interrupção no fornecimento de energia elétrica após a forte chuva que caiu na cidade: as escolas estaduais Eldah Bitton Telles da Rocha, no bairro Compensa, Zona Oeste, e Profª Adelaide Tavares de Macedo, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste.

Conforme a assessoria de imprensa do Inep, ainda não há um número oficial de pessoas que foram prejudicadas com a falta de energia em Manaus e que terão oportunidade de fazer um novo exame, com novo conteúdo. Isso deverá ser divulgado após análise das atas das provas, onde consta o que ocorreu em cada local de prova, sem prazo para acontecer.

As datas e os locais das novas provas ainda não foram divulgados, porém os candidatos devem ser contactados pela própria coordenação do Inep, segundo a assessoria. Além disso, o aluno que se sentiu prejudicado ou apontou erros na aplicação do Enem 2014 pode fazer registro da reclamação pelo número 0800-616161, de forma gratuita.

Prejudicados 

Diversos candidatos do Enem que realizaram provas na Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, relataram que se sentiram prejudicados por queda de energia e falta de luz no local por cerca de duas horas e meia, mas mesmo assim tiveram que fazer o exame no escuro, não tendo as provas canceladas.

Segundo eles, isso influenciou no desempenho. “Iniciamos as provas na ESBAM, no entanto faltando três horas para o término ficamos sem energia. Estávamos numa sala totalmente escura onde permanecemos esperando a energia voltar até o final da prova. Às 16h15 chegou a energia e nos disseram para prosseguir a prova. Exaustos, saímos de lá às 19h, tendo nosso tempo reduzido em 45 minutos”, disse Lígia Márcia.

“A coordenação (da Esbam), após a falta de luz, percorreu as salas dizendo que compensaria o horário após o retorno da energia elétrica, algo que não ocorreu. O Inep cancelou a prova em duas escolas de Manaus (Eldah Bitton e Adelaide), mas parece que a coordenação local (da Esbam) não solicitou o cancelamento da prova no 2º dia”, relatou Marco, outro candidato.

Abstenção

O número de pessoas que faltaram as provas do Enem em Manaus ainda não é conhecido oficialmente pelo Inep. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, isso deve ser computado após o recebimento dos dados e atas de locais de prova de cada estado. Entretanto, estimativa em nível nacional é que houve 28,64% de faltosos, o que equivale a 2,4 milhões de candidatos.

Publicidade
Publicidade