Sábado, 20 de Julho de 2019
Notícias

Candidatos podem consultar leis para concurso público no portal do Tjam

Com a finalidade de auxiliar os candidatos que estão se preparando para as provas dos certames do Tribunal, a Comissão do Concurso está disponibilizando várias leis no portal do Tjam



1.jpg Tjam
13/05/2013 às 17:08

Os candidatos que estão se preparando para as provas dos concursos públicos do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) – para servidores e juízes -, já podem entrar no portal da instituição e acessar a Constituição do Estado do Amazonas e a legislação institucional, que constam no conteúdo programático dos dois editais.

De acordo com o presidente da Comissão dos Concursos do Tjam, desembargador Aristóteles Lima Thury, a ideia de colocar essas leis no portal do Tribunal e também no endereço eletrônico da FGV Projetos, instituição responsável pelos certames, teve a finalidade de auxiliar os candidatos que estão estudando para as provas. “A pedido da Presidência da Comissão, o juiz Ronnie Frank Stone gentilmente cedeu quatro arquivos que tratam da Constituição estadual e da legislação institucional, com todas as suas modificações já estabelecidas”, explicou o desembargador. “O interesse da Comissão do Concurso é de apenas cooperar com a preparação dos candidatos, facilitando o acesso a algumas leis que constam no conteúdo programático dos dois editais”, acrescentou Thury, ressaltando um agradecimento à colaboração do juiz Ronnie Stone.

Na página do Tribunal (www.tjam.jus.br), aba Concursos e Estágios, e também na página da Fundação Getulio Vargas (FGV Projetos – http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/tjam13), podem ser acessadas as leis: Constituição do Estado do Amazonas; a Lei de Organização e Divisão Judiciárias do Estado do Amazonas (Lei Complementar nº 17, de 23.01.97 – Republicada no D.O. 15.04.97); a Lei nº 3.226, de 04.03.2008 (Plano de Cargos, Carreira e Salários dos Servidores e Serventuários dos Órgãos do Poder Judiciário do Estado do Amazonas); e a Lei nº 1.762, de 14 de novembro de 1986 (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado do Amazonas).

O desembargador Aristóteles Thury ressaltou que os dois concursos têm, no total, mais de 71 mil inscritos, efetivamente. Para ele, isso demonstra a confiança e a credibilidade no trabalho da Comissão do Concurso e também da FGV Projetos.  “A gestão do nosso presidente, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, e os membros da Comissão não estão medindo esforços para realizar o concurso para juiz e também para servidores na capital e municípios da Região Metropolitana de Manaus. O Tribunal não promovia um concurso dessa magnitude, envolvendo também vagas para magistrados, desde 2005 e temos a certeza que será muito importante para que o Tribunal de Justiça do Amazonas possa ganhar mais celeridade e maior qualidade na prestação jurisdicional”, informou Thury.

*Com informações da Divisão de Imprensa e Divulgação do Tjam

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.