Publicidade
Cotidiano
Notícias

Candidatos que fizeram prova do Enem remarcada no IEA têm problemas com inscrição no Sisu

O sistema do Sisu não permite efetuar a inscrição dos candidatos porque não computou a nota da redação. O MEC declarou que 'provavelmente' só conseguiria dar algum tipo de retorno sobre o problema dos alunos de Manaus nesta quarta-feira (21) 21/01/2015 às 09:22
Show 1
Os candidatos fizeram a segunda prova do Enem 2014 no IEA porque sua escola original ficou sem energia no dia do exame
Vinícius Leal e Lucas Jardim Manaus (AM)

Candidatos que fizeram a segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), extraordinariamente, no Instituto de Educação do Amazonas (IEA) no dia 10 de dezembro de 2014 relataram que estão sendo prejudicados por um erro no sistema do Ministério da Educação (MEC) que não computou as notas das redações, que os impedem de realizar inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para concorrerem as vagas nas universidades federais.

Esses candidatos foram designados para realizar as duas provas que compõem o exame na Escola Estadual Eldah Bitton Telles da Rocha, localizada no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, mas que não conseguiram fazer o exame do dia 9 de novembro por conta de uma falha de energia no local. O MEC remarcou então a prova II para dezembro.

O estudante José Diogo, 20, contou à nossa reportagem que, quando tentou fazer a sua inscrição no Sisu, a tela mostrava uma mensagem que avisava que ele tinha tirado nota zero na redação, o que, pelas normas do programa, impede o candidato de se inscrever. “Só que eu já consultei a minha nota e eu sei que não zerei. Eu tirei 720 na redação. Conversei com outros colegas que também estavam tinham a [escola] Eldah Bitton como local de prova e eles tiveram o mesmo problema”, denunciou José.

A mesma queixa foi feita por Lucas Silva, que também realizou a prova II do Enem no IEA, no dia 10 de dezembro.

Ele contou ainda que já enviou uma queixa à central de atendimento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização da prova e está aguardando o posicionamento deles.

Resposta

Procurado pela nossa reportagem, o Inep informou que, enquanto é responsável pelo Enem, o site do Sisu é de responsabilidade do Ministério da Educação (MEC), uma vez que ele organiza o processo seletivo que, em sua primeira edição de 2015, oferece mais de  vagas Brasil afora.

Karen Rodrigues, que passou pela mesma situação de José, comenta que tentou contato direto com o MEC por telefone nesta segunda-feira (19), logo após sua primeira tentativa de acesso ao Sisu, que foi frustrada. “No primeiro contato, eles me pediram para mandar uma reclamação por escrito no site deles. Daí hoje, me mandaram um e-mail de volta e tudo o que vinha nele era um relato da situação, praticamente o mesmo que eu tinha enviado”, disse.

Ela se diz desamparada pelo órgão, o que só a preocupa mais considerando que o prazo para se inscrever no Sisu acaba nesta quinta-feira (22). “Eles não dão retorno nenhum e não responderam minha dúvida sobre como vai ficar minha situação”, desabafou Karen.

Questionado pelo A CRÍTICA se tem conhecimento dos alunos originalmente designados para realizar o Enem na Escola Estadual Eldah Bitton, se há algum tipo de erro no atual sistema do Sisu e, caso positivo, se existe previsão para correção desse erro, o MEC disse que verificaria a situação com a sua área técnica.

O órgão também declarou que “provavelmente” só conseguiria dar algum tipo de retorno sobre o problema dos alunos de Manaus nesta quarta-feira (21).

Publicidade
Publicidade