Publicidade
Cotidiano
Notícias

Capela Sistina, no Vaticano, já tem chaminé instalada e fornos para o conclave

O Vaticano organizou salas de imprensa e atendimento para os jornalistas. Porém, os sistemas de sorteio e pool (quando um veículo é responsável pela transmissão de imagens e informações para os demais) predominam 10/03/2013 às 11:40
Show 1
Nas áreas próximas à Praça São Pedro, de onde será possível ver a fumaça branca, no caso de eleito o pontífice, e escura, quando não há ainda consenso
Renata Giraldi/ Enviada Especial da EBC/Agência Brasil Vaticano

A dois dias do Conclave, a organização da assembleia, que escolherá o papa, está praticamente concluída. Nas áreas próximas à Praça São Pedro, de onde será possível ver a fumaça branca, no caso de eleito o pontífice, e escura, quando não há ainda consenso, estão tomadas por equipes de reportagem de vários países. A chaminé e os fornos (nos quais serão queimados os votos dos cardeais) foram instalados nesse sábado (9).

O Vaticano organizou salas de imprensa e atendimento para os jornalistas. Porém, os sistemas de sorteio e pool (quando um veículo é responsável pela transmissão de imagens e informações para os demais) predominam. A equipe de imprensa do Vaticano é eficiente e cuidadosa: em geral, transmite informações em vários idiomas em tempo real.

O conclave está marcado para o dia 12 à tarde quando 115 cardeais, dos quais cinco são brasileiros, estarão isolados do mundo para a eleição do papa. Os cardeais serão revistados antes da assembleia e ficarão reunidos, sem comunicação externa, inclusive telefones celulares, até a escolha do sucessor de Bento XVI.

Na segunda-feira (11) está marcada a última reunião preliminar para o conclave. Os cardeais, eleitores e não eleitores, foram convocados para as 9h30. A reunião deve durar toda a manhã. Os religiosos participam de uma celebração, há espaços para intervenções que, em geral, variam de 15 a 20 pessoas que falam por cerca de 30 minutos.

O tema da reunião não é antecipado, mas nas últimas congregações (reuniões preliminares) predominaram as questões sobre o futuro da Igreja Católica Apostólica Romana e o seu papel no mundo. Mas o perfil do papa eleito e o conclave são os principais temas presentes em todos os debates.

Ao final das reuniões, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, concede uma entrevista coletiva, na qual responde a perguntas dos jornalistas e faz um balanço sobre o que foi discutido pelos cardeais.

Publicidade
Publicidade