Publicidade
Cotidiano
Notícias

Cardeais se reúnem pela primeira vez após renúncia de Bento XVI

Após a renúncia de Bento XVI, líderes da Igreja Católica iniciam reuniões para preparação do próximo Conclave, nesta segunda-feira (04) 04/03/2013 às 08:20
Show 1
Reunião convocada pelo Cardeal Decano, teve início às 9.30, nesta segunda-feira (04) no Vaticano
acritica.com ---

Líderes do Colégio Cardinalício da Igreja Católica começam nesta segunda-feira (04) sessões de reuniões gerais no Vaticano, na sequência do final do pontificado de Bento XVI e em vista a preparação do próximo Conclave.

As reuniões decorrem na Sala Nova do Sínodo. A primeira reunião teve início às 9h30( horário do Vaticano), convocada pelo Cardeal Decano, D. Ângelo Sodano, que preside ao Colégio de cardeais. Às 17h00, uma segunda congregação geral será realizada.

Durante o período de Sede vacante – entre a renúncia de Bento XVI e a eleição do seu sucessor – compete aos cardeais a gestão de assuntos "ordinários ou inadiáveis" da Igreja, sem qualquer poder ou jurisdição sobre questões que competem ao Papa, como nomeação de bispos, por exemplo.

Este intevalo está regulamentado pelas leis eclesiásticas, em particular pela Constituição Apostólica “Universi Dominici Gregis”, de João Paulo II, de 22 fevereiro 1996.

“Durante a vagatura da Sé Apostólica, o Colégio dos cardeais não tem poder ou jurisdição alguma no que se refere às questões da competência do supremo pontífice, enquanto estava vivo ou no exercício das funções do seu ofício; todas essas questões deverão ser exclusivamente reservadas ao futuro pontífice”, lê-se no número 1 da referida Constituição Apostólica, que determina também, por exemplo, a forma de vestir nas congregações gerais: "Os cardeais usam a habitual batina preta filetada e a faixa vermelha, com o solidéu, cruz peitoral e anel".

Há atualmente 207 cardeais, 117 dos quais com direito a voto, por não terem ainda completado 80 anos a quando do início da Sé vacante. Destes 117, pelos menos dois deles anunciaram que não participarão no Conclave: o arcebispo emérito de Jakarta, na Indonésia, D. Julius Darmaatmadja, e o arcebispo emérito de Edimburgo, na Escócia, D. Keith Michael O’Brien. Participará, pelo contrário, o cardeal Walter Kasper, alemão, presidente emérito do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, que faz 80 anos nesta terça-feira (05), uma vez que o que conta para ser ou não eleitor é a idade dos cardeais no momento do início da Sede Vacante.

Uma das decisões que os cardeais terão que tomar é estabelecer a data para o início do Conclave, que pode ser antecipado desde que se encontrem em Roma todos os eleitores.

Publicidade
Publicidade