Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Notícias

Carros mostrados em Detroit chegarão no Brasil em breve

Outros que virão ao País em 2013 são Mini Paceman JCW, BMW M6 Grand Coupé e os Audi SQ5 e RS7



1.gif
O Corolla Furia é o protótipo que antecipa o visual da próxima geração do Toyota, prevista para estrear em 2014
19/01/2013 às 10:32

Como vem ocorrendo em salões internacionais anteriores, muitos modelos mostrados em Detroit estarão no Brasil em breve. A maioria será importada, mas alguns poderão virar nacionais. Um dos exemplos é o Mercedes-Benz CLA, que é cotado para ser feito na fábrica que a Nissan vai construir em Resende (Rio de Janeiro).

Isso pode ser viável porque os grupos Renault-Nissan e Daimler (da Mercedes-Benz) anunciaram, em 2011, uma parceria que prevê cooperação em diversas frentes.

A Porsche promoveu a es treia do Cayenne Turbo S, que adicionou 50 cv aos 500 cv do motor 4.8 V8 que equipava o jipão. Com esse conjunto, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos.

Já a Infiniti, marca de luxo da Nissan que começa a operar no Brasil em 2014, apresentou o sedã Q50, que será seu carro chefe no País. Inspirado no conceito LE, tem motor 3.6 V6 de 328 cv ou híbrido.

Outros que virão ao País - em 2013 - são Mini Paceman JCW, BMW M6 Grand Coupé e os Audi SQ5 e RS7. Entre os produtos mais acessíveis, o destaque é o Nissan Versa Note, que será feito no México no segundo semestre e chega logo em seguida com o nome de Tiida.

Viagem feita a convite da Anfavea.

Salão da esperança

A pirotecnia e os shows espetaculares de anos anteriores à crise de 2008 não voltaram, mas o Salão de Detroit (EUA) já reflete a recuperação do mercado automotivo norte-americano - reforçada em 2012. Neste cenário de esperança, o astro do evento é um ícone do país, o Chevrolet Corvette Stingray. A sétima geração do modelo ganhou visual inspirado no da versão produzida entre 1963 e 1967 O carro é equipado com motor 6.2 V8 de 450 cv. Das montadoras “estrangeiras”, um dos destaques é a nova geração do Mercedes-Benz Classe E, que vem com  motor de 585 cv na versão AMG.

Protótipos mais reais 

Os protótipos estão cada vez mais raros em salões, mas têm espaço no de Detroit, que sempre foi adepto das soluções futuristas. Mas não há nada de revolucionário na mostra. Quase todos os carros-conceito são versões “moderninhas” de modelos que começam a ser produzidos em série em breve.

Entre eles está o Corolla Furia, que antecipa o visual da próxima geração do Toyota, prevista para 2014. Ante o protótipo, o modelo definitivo deve mudar um pouco, mas se seguir a mesma linha será um salto de modernidade em relação ao sisudo sedã atual.

O utilitário global Honda Urban SUV foi criado para concorrer com jipes compactos. No caso do Brasil, onde começa a ser feito em 2014, seus rivais serão Ford EcoSport e Renault Duster. Ele mede 4,25 metros, tem motor 1.5 e câmbio CVT.

Voltado ao mercado americano, o Volkswagen CrossBlue é uma espécie de Taigun (que estreou no Salão de São Paulo) gigante. Tem lugar individual para seis pessoas e traz um motor a diesel e dois elétricos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.