Quarta-feira, 27 de Outubro de 2021
Caso Lucas Ramon

Casal suspeito de mandar matar sargento do Exército Brasileiro continua detido na DEHS

A previsão é de que eles prestem depoimento nesta quarta-feira (22) e sejam encaminhados para audiência de custódia



show_e0a5d17e-283b-4b3a-9693-c85bf187798c_63749140-CB5C-4965-BF6A-DD19351ADA7C.jpg Foto: Reprodução
22/09/2021 às 07:22

O casal Jordana Azevedo Freire e Joabson Agostinho Gomes, suspeitos de serem responsáveis pelo assassinato do sargento do Exército Brasileiro e empresário Lucas Ramon Silva Guimarães, 29, passaram a noite na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e até o início da manhã desta quarta-feira (22) ainda não tinham feito o exame de corpo de delito para serem encaminhados para uma audiência de custódia

Os dois se apresentaram na sede da DEHS no início da tarde desta terça-feira (21). Ainda na noite de terça, os advogados Almicar Pinheiro e Luís Felipe, que são do grupo empresarial do casal, estiveram na sede da DEHS para deixar roupas e mantimentos aos dois.

O depoimento do casal na DEHS está marcado para esta quarta-feira. Depois, eles passarão por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte. Segundo investigadores da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), após os procedimentos na delegacia, o casal será encaminhado para a audiência de custódia.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.