Publicidade
Cotidiano
Notícias

Cássio Borges toma posse como presidente da Associação de Magistrados do Amazonas

Juiz disse que, a frente da associação, pretende fortalecer o diálogo dos operadores da Justiça com a sociedade. Ele também disse que quer recuperar 'o tratamento digno que os magistrados merecem' 06/08/2015 às 19:03
Show 1
Diante de um público com mais de 100 convidados, dentre eles desembargadores, promotores e juízes, o juiz de direito destacou sua expectativa para o novo cargo.
Kamyla Gomes Manaus (AM)

O juiz Cássio André Borges dos Santos, 47, foi empossado presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), em solenidade no Auditório Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro, na sede do Tribunal de Justiça do Amazonas, na tarde desta quinta-feira (6). Como meta para o biênio 2015-2017 do seu mandato, ele destacou o resgate da imagem da magistratura diante da sociedade amazonense. Ele substitui o juiz aposentado Ludimilson Sá, que agora assume a vice-presidência.

“Costumo destacar dois desafios, um é recuperar a imagem e o prestigio da magistratura perante a sociedade, o outro é recuperar o tratamento digno que eles merecem”, declarou. “Espero que a gente possa cumprir todos os compromissos que firmamos com os colegas magistrados, e agora é pelo nome deles que eu vou agir", frisou, em seu discurso de posse.

"Nós vamos assumir a associação dos magistrados em um momento de crise brasileira séria, uma crise política e econômica gravíssima, e também uma crise de valores éticos, é nesse momento que queremos mostrar que a magistratura é parte integrante da sociedade, e nós queremos mostrar também que a magistratura se impacta com a crise”, completou Cássio Borges.

Com 17 anos de magistratura, Cássio Borges defendeu que pretende fortalecer o diálogo dos magistrados com a sociedade. “Isso aumenta a nossa responsabilidade de dialogar com instituições de fora do Tribunal de Justiça e com o próprio tribunal, com a imprensa. Eu acredito que, através da associação, vamos construir um diálogo com todos os segmentos da sociedade amazonense”.

O presidente disse que a chapa da nova diretoria é mais representativa o possível. Foram apresentadas as propostas e conversamos com todos os setores da magistratura, sejam eles aposentados, juízes da capital antigos e novos, do interior, substitutos, desembargadores e todos os segmentos da magistratura", disse.

Amigo de infância de Cássio Borges, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Josué Neto (PSD), disse que o juiz representa a renovação na associação. “O conheço profundamente e vai procurar exercer esse cargo da forma mais democrática possível. Sei que aqui está representando uma classe e irá fazer com que as necessidades da classe sejam atendidas. O Cássio representa a democracia e a renovação. Tenho a convicção de que ele será um grande presidente da associação dos magistrados”, disse o parlamentar.

O deputado Serafim Corrêa (PSB), também presente na solenidade, desejou sucesso ao novo presidente. “É uma alegria vê-lo escolher a carreira do judiciário, eu cumprimento e parabenizo por esse dia, e também desejo muito sucesso em frente à associação e dou meus votos de pleno sucesso nessa missão”, finalizou.

Cássio Borges também recebeu saudações da presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Graça Figueiredo, e de outros convidados entre desembargadores, promotores e juízes. Diante de uma platéia com mais de 100 convidados, o juiz declarou: “Espero que a gente possa cumprir todos os compromissos que firmamos com os colegas magistrados, e agora é pelo nome deles que eu vou agir", disse.

Eleição

Cássio Borges foi eleito presidente Amazon no último 3 de julho. Ele liderava a chapa "Somos Todos Magistrados", que possui 23 integrantes entre diretores, tesoureiro e conselho consultivo, para o mandato de dois anos. A Amazon tem por finalidade congregar os magistrados do Poder Judiciário do Amazonas, estreitando e fortalecendo a união dos juízes estaduais.


Foto: Antonio Lima

Publicidade
Publicidade