Publicidade
Cotidiano
Notícias

Causador de engavetamento na Faixa Azul da Constantino estava bêbado e com drogas no carro

Lança perfume e remédio controlados foram encontrados no Mitsubishi Lancer dirigido por rapaz de 21 anos. Ele será autado pela Polícia Civil por embriaguez ao volante e lesão corporal culposa 17/03/2015 às 21:29
Show 1
A colisão ocorreu por volta das 15h05 e envolveu um ônibus articulado do sistema BRS, um veículo de passeio e dois táxis
ACRITICA.COM Manaus (AM)

No carro que é apontado como o causador do engavetamento da tarde desta segunda-feira (17), na Faixa Azul da avenida Constantino Nery, foram encontrados quatro frascos de lança perfume e duas caixas de rivotril, medicamento de venda e uso controlados. A informação foi confirmada pela assessoria da Polícia Civil. O motorista estava bêbado segundo a polícia.

O carro, modelo Mitsubishi Lancer, de cor preta e placa TAH 6293, era dirigido por Lucas de Menezes Maia de 21 anos. Segundo populares, Lucas invadiu a faixa exclusiva. Ele atingiu um táxi, que por sua vez atingiu outro táxi, que atingiu um ônibus do sistema de transporte coletivo.

Além de Lucas, ficaram feridos Ingrid Aguiar Teixeira, Adelson Martins e Cleudes Ferreira. Todos foram encaminhados a hospitais públicos.

Lucas Menezes foi conduzido ao Hospital Pronto Socorro 28 de Agosto para observação médica, e após receber alta hospitalar, será autuado pelo crime de lesão corporal culposa de trânsito e embriaguez ao volante.

O caso do engavetamento de carros foi encaminhado ao 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e está sob as investigações da delegada Sylvia Laureana.

Acidentes na faixa

Desde que foi implantada, a  faixa exclusiva do Bus Rapid System (BRS) da avenida Constantino Nery registrou quatro atropelamentos, dois deles com vítimas fatais.

No dia 3 de março, o médico urologista João Leandro de Oliveira, 69, morreu ao tentar atravessar a faixa azul da avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo, zona Centro-Sul. Ele foi atropelado por um táxi, Fiat Idea de placas OAA-6768.

Oriovaldo Trindade de Oliveira, 59 anos, também foi atropelado por um ônibus articulado do sistema na faixa azul da avenida na manhã do dia 7. Ele tentava atravessar a via, mas foi atingido pelo coletivo da linha 560, da empresa Eucatur.

O uso da faixa azul da Constantino exclusivamente para o transporte coletivo, com aplicação de multa para o condutor que desrespeitar seus limites, completa um mês nesta quinta-feira (19).


Publicidade
Publicidade