Publicidade
Cotidiano
ELEIÇÕES

CEO das lojas Riachuelo se filia ao PRB e lança pré-candidatura à Presidência

O empresário Flávio Rocha disse que pretende “preencher um vazio na política” e entende que pode ser o representante do neoliberalismo e do conservadorismo 27/03/2018 às 12:01
Show flaviorochariachuelo
Foto: Reprodução/internet
Reuters Brasília (DF)

O presidente-executivo da Riachuelo, o empresário Flávio Rocha, filiou-se na manhã desta terça-feira (27) ao PRB em encontro em Brasília e foi anunciado pelo partido como pré-candidato à Presidência da República nas eleições deste ano.

A filiação de Rocha ao PRB é mais um sinal de dispersão da atual base de apoio do presidente Michel Temer (MDB), que na semana passada admitiu em entrevista que pretende concorrer à reeleição em outubro.

O empresário teve a filiação abonada pelo presidente da legenda, Marcos Pereira, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Comércio Exterior na gestão de Temer, em ato realizado na liderança do partido da Câmara com a presença de deputados e senadores da legenda.

Em entrevista à Reuters na semana passada, Rocha havia dito que seria candidato a presidente e que estava conversando com seis partidos para definir a filiação dele. O empresário disse ainda que pretende “preencher um vazio na política brasileira” e entende que pode ser o representante do neoliberalismo na economia e do conservadorismo nos costumes.

“Esse candidato liberal na economia e conservador nos costumes, comprometido com as reformas para (o Brasil) voltar a ser competitivo é o candidato que está faltando... esse é o espaço que pretendo preencher”, disse o empresário, na ocasião.

Com a anunciada candidatura de Rocha, aumentam o número de pretensos postulantes ao Planalto que orbitam no campo do centro para a direita: além dele e Temer, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o deputado Jair Bolsonaro (PSL).

Publicidade
Publicidade