Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
LEVANTAMENTO

Empregos formais caem 8% em setembro no AM, diz Caged

No mesmo período de 2018, 1.814 pessoas entraram no mercado formal de trabalho. De acordo com Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, 1.666 vagas foram preenchidas em setembro deste ano



WhatsApp_Image_2019-10-18_at_08.00.05_D2D0DA60-9DCB-45F6-8002-3C1932E6F1EB.jpeg Foto: Amanda Perobelli / Reuters
18/10/2019 às 07:51

Os empregos formais gerados no Amazonas caíram 8% em setembro, comparados com o mesmo período do ano passado. Isso porque foram geradas 1.666 vagas em setembro deste ano, enquanto setembro de 2018 terminou em 1.814 vagas. Mas o saldo positivo foi positivo para  mês comparado a agosto - resultado das admissões (12.167 vagas) e demissões (10.501 pessoas).

O levantamento é feito mensalmente através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Das 1.666 vagas, a indústria de transformação gerou 803, seguida pelo setor de serviços (547), construção civil (240) e comércio (71). Os pior desempenho veio da agropecuária (-18)

No acumulado de janeiro a setembro, os empregos formais cresceram 2,77% e  12.334 vagas foram geradas, resultado da diferença entre 115.717 pessoas desligadas e 103.383 pessoas admitidas.  Neste período de nove meses, os empregos mais expressivos vieram dos  serviços (5.254), indústria (4.343) e construção civil (2.550). E o pior cenário foi registrado no comércio (-120).



Nacional

O Brasil teve criação líquida de 157.213 vagas formais de emprego em setembro, considerado o melhor desempenho para o mês desde 2013 (+211.068). O dado marcou o sexto resultado positivo consecutivo no ano. De acordo com o Caged, esta também foi a primeira vez em 2019 em que todas os Estados ficaram no azul. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, foram criadas 761.776 vagas, na série com ajustes —resultado mais forte para o período desde 2014 (+904.913).

A divulgação do Caged foi antecipada em função de problema técnico no sistema do Ministério da Economia.


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.