Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
LIDERANÇA

Chefe de investigação do coronavírus pela OMS irá à China até terça (11)

O número de mortos na China continental cresceu para 723 neste sábado, afirmou a Organização Mundial de Saúde



china_239F9923-DA57-4D24-956B-186F6B75B997.jpg Foto: Reuters
08/02/2020 às 16:14

O chefe da equipe internacional de investigação do coronavírus, liderada pela Organização Mundial de Saúde, irá à China entre segunda e terça-feira, afirmou o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Tedros, questionado se a equipe incluiria especialistas do Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês), afirmou em uma entrevista coletiva neste sábado: “Espero que sim”.



O número de mortos na China continental cresceu para 723 neste sábado, afirmou a OMS, e parece provável que passará as 774 mortes registradas mundialmente durante o surto de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) entre 2002 e 2003.

Ao redor da China continental, o número de casos está em 34.598, afirmou a OMS.

O médico Mike Ryan, principal especialista de emergência da OMS, disse que o número de novos casos na província de Hubei, epicentro do vírus, estava estabilizado nos últimos quatro dias.

“Isso é uma boa notícia e pode refletir o impacto das medidas de controle colocadas em ação. Mas lembre-se de que há muitos casos de suspeitas que ainda estão sendo testados”, disse.

Ryan, conversando posteriormente com a Reuters, disse: “O número diário de novos casos está estável nos últimos quatro dias. Em torno do mesmo número todos os dias”.

Ele acrescentou: “Não é um declínio. Isso pode apenas significar quatro dias de relativa calma antes de uma aceleração”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.