Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
carne.jpg
publicidade
publicidade

ECONOMIA

China pretende ampliar importação de carnes do Brasil, diz Blairo Magg

A disposição foi anunciada durante encontro do presidente Michel Temer e ministros com o mandatário da China, Xi Kinping. Em 2016, China importou US$ 17 bilhões em produtos agropecuários


Em viagem à China junto com a comitiva presidencial, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, disse que os chineses pretendem ampliar a compra de carnes do Brasil. A disposição foi anunciada durante encontro do presidente Michel Temer e ministros com o mandatário da China, Xi Kinping.

De acordo com o ministério da Agricultura, os chineses têm interesse em aumentar o número de frigoríficos brasileiros habilitados a exportar para o país asiático. “Foi muito gratificante ouvir do presidente da China dizendo o seguinte: ‘Eu gosto da carne do Brasil, eu amo a carne brasileira e sou um garoto propaganda da carne brasileira’. Portanto nós saímos daqui hoje, depois de muitas reuniões e visitas, a gente tem oportunidade de ver nossos negócios sendo ampliados”, disse o ministro, conforme áudio divulgado pela assessoria da pasta.

Principal parceiro comercial do agronegócio brasileiro, a China importou US$ 17 bilhões em produtos agropecuários no ano passado, dos quais R$ 1,75 bilhão é de carne. Ao lado de Temer e de outros ministros, Blairo Maggi está no país asiático desde o meio da semana para reuniões com líderes internacionais, empresários chineses e assinatura de acordos, além de participar, a partir de domingo (3), da 9ª cúpula do Brics, grupo formado pelo Brasil, a Rússia, China, Índia e África do Sul.

publicidade
publicidade
Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Bolsonaro
Fechamento da fronteira com a Venezuela completa dois meses neste domingo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.