Publicidade
Cotidiano
Notícias

Chuva causa transtornos em Manaus e clima deve seguir chuvoso até a quarta (15)

Pista molhada e semáforos apagados deixam o tráfego complicado em várias vias da cidade. Previsão do Inmet é que o tempo siga nublado e chuvoso até o meio de semana 13/10/2014 às 12:37
Show 1
Forte chuva atinge Manaus nesta segunda-feira (13)
Denir Simplício Manaus (AM)

A chuva que castiga a cidade Manaus desde as primeiras horas desta segunda-feira (13), como foi ao longo do fim de semana. têm causado vários transtornos à população e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que o clima na capital amazonense deve permanecer assim pelos próximos dias.

A previsão é que o tempo permaneca nublaco e com pancadas de chuva pelo menos até a próxima quarta-feira (15). A temperatura para os três próximos dias deve variar entre 23°C (mínima) e 29°C (máxima), com a umidade relativa do ar varia entre 65 e 100% e ventos calmos.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) colocou na rua o efetivo de 120 agentes para monitorar o trânsito na capital, que está com vários pontos de retenção por conta de semáforos apagados. Pelo menos seis sinais de trânsito em cruzamentos de grande movimentação foram registrados pelo órgão.

Os “marronzinhos”, como são popularmente conhecidos os agentes do Manautrans, estão tendo muito trabalho para organizar o tráfego nos cruzamentos da rua Leonardo Malcher com a Emílio Moreira, por exemplo, segundo informações da assessoria de imprensa do Instituto. O semáforo da rua Major Gabriel com a Japurá também está em pane e causa longo engarrafamento na via.  

Uma residência também caiu por conta da longa chuva no Vale do Sinai, na Zona Norte de Manaus, na manhã desta segunda. A Defesa Civil trabalha no local, enquanto o Corpo de Bombeiros afirma que ainda não foi chamado para nenhuma ocorrência na cidade.

Defesa Civil em alerta

A chuva atingiu todas as zonas da capital. Por meio do número de emergência 199, foram registradas oito ocorrências. Uma delas na Comunidade Vale do Sinai, onde uma residência, construída à beira do igarapé, desabou parcialmente e teve sua estrutura comprometida.

Na hora do ocorrido, a dona da casa e os filhos estavam no local, mas não foram atingidos. Acionada, a equipe de técnicos está no local e a recomendação foi de evacuação imediata.  O imóvel foi interditado e a família cadastrada para atendimento social por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh).

Foram registrados também outros quatro desabamentos de muros: no Santa Etelvina, no Canaranas, Loteamento Rio Piorini e Colônia Terra Nova; além de um risco de desabamento de muro no Loteamento Rio Piorini; um deslizamento de barranco na Cidade Nova e uma solicitação de vistoria por conta de infiltrações.

Em nenhuma das ocorrências houve vitimas lesionadas. As equipes da Defesa Civil do Município estão nas ruas para atender os chamados. Qualquer solicitação de vistoria pode ser feita por meio do número 199.

MAIS INFORMAÇÕES EM INSTANTES




Publicidade
Publicidade