Publicidade
Cotidiano
Notícias

Cidade da Criança tem programação infantil voltada para o período do Natal, em Manaus

As férias de fim do ano letivo chegaram,  agora? Parque na Zona Centro-Sul de Manaus oferece aos pequenos brincadeiras, oficinas, teatro, mini-cinema e atividades lúdicas  08/12/2014 às 20:31
Show 1
Com a chegada de dezembro, a Cidade da Criança já começou a entrar no clima das festas de fim de ano
Camila Leonel Manaus (AM)

Com o fim do ano letivo nas escolas começa a surgir a pergunta: como ocupar o tempo das crianças durante as férias? Em dias de violência e trânsito pesado, as opções de lugares onde os pequenos possam brincar ao ar livre são poucas. Nesse contexto, o Parque Cidade da Criança, na avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul, é um bom lugar onde a molecada pode se divertir e aprender. O Parque, além da estrutura, oferece atividades como oficinas e apresentações especiais no fim de semana que garantem a diversão da garotada.

A operadora de caixa Thamires Lima diz que aproveitou o sábado para levar os dois filhos Agatha Alessandra, 6, e Jhulius Derick de 7 meses. Ela ressalta que o Parque é um ótimo lugar para trazer as crianças. “Hoje eu aproveitei para trazer eles porque fazia um tempo que eu não vinha aqui”, declarou.  Àgatha concorda com a mãe e destaca que gosta muito de brincar no local junto com as suas primas. “Eu gosto de vir pra cá. Aqui é o dia mais mágico que eu já vi. Eu gosto de brincar, eu gosto de ler livros e eu gosto de aprender mais coisas ainda”, comentou.

As duas acompanhavam a apresentação dos palhaços Tontonho e Xiao-Shin-Chan, que, na biblioteca da Cidade da Criança, contaram histórias e arrancaram gargalhadas de adultos e crianças.

De acordo com a diretora do parque, Socorro Andrade, o espaço da Cidade da Criança é importante para as crianças desenvolverem a interação com outras crianças, a imaginação e ter a liberdade de brincar ao ar livre. “Aqui não tem nenhum brinquedo eletrônico ou informatizado. Ela vem aqui para trabalhar o raciocíno, trabalhar a agilidade, a sociabilidade com as outras crianças. A gente estimula as brincadeiras antigas como esconde-esconde, barra-bandeira, então é esse tipo de brincadeira que a gente resgata para as crianças. Eles entram aqui para brincar. Eu costumo dizer que aqui a criança realmente exercita o verbo brincar”.


Socorro também destaca que o espaço é um local que preza pela segurança das crianças. “A gente tem normas do parque, a criança não entra sozinha e o adulto também não entra sozinho sem criança. A gente tem todo esse cuidado também porque aqui dentro, a criança tem que se sentir segura”. Diariamente, a Cidade da Criança recebe cerca de 800 crianças que vêm acompanhado dos pais ou em grupos escolares.

Clima de Natal para a criançada

Com a chegada de dezembro, a Cidade da Criança já começou a entrar no clima das festas de fim de ano. Decorações com guirlanda, Papai Noel e até um presépio dão um tom natalino. No local, além da decoração o parque terá atrações e programação especial nesse fim de ano.

Para o fim de ano, a diretora do parque, Socorro Andrade, disse que uma programação especial está sendo preparada para as crianças. Atrações como a Casa do Papai Noel; estação de neve;  histórias e os filmes exibidos no cineminha serão todos com temas relacionados ao Natal. Uma peça também está sendo montada para divertir as crianças que visitarem o parque. Além da contação de histórias de Natal terá a apresentação de filmes com o tema natalino.

“Nós teremos a casa do Papai Noel, a estação da neve que estamos criando que vai ter neve artificial. Eles [as crianças] adoram porque a neve artificial é feita de espuma ,então eles fazem uma farra lá”, lembrou a diretora  Socorro.

Mudança de horário

Outra coisa que vai mudar durante o mês de dezembro é o horário de funcionamento do parque. A partir de quinta-feira a Cidade da Criança abrirá ao meio-dia e fechará às 21h. 

O horário diferenciado é devido à experiência de outros anos quando o movimento diminuía pela parte da manhã, portanto, a programação é baseada em outros, quando a procura pelo parque é mais intenso à tarde.



Publicidade
Publicidade