Publicidade
Cotidiano
Notícias

CIEAM impetra mandado de segurança contra greve dos auditores da Receita Federal

A medida visa evitar perdas às fábricas do Pólo Industrial de Manaus (PIM), que vem sofrido com sucessivas greves 21/08/2015 às 11:29
Show 1
A greve dos auditores da Receita Federal acontece há pouco mais de um mês do fim da paralisação dos servidores da Suframa, que durou 56 dias, e gerou prejuízos de US$ 5 bilhões
acritica.com Manaus

O Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) impetrou um mandado de segurança coletivo contra a greve dos auditores da Receita Federal, deflagrada nessa quarta-feira (19). A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária da entidade envolvendo empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). A medida visa evitar novas perdas às fábricas do PIM, que já haviam sido prejudicadas por conta do da paralisação dos servidores da Suframa no primeiro semestre deste ano.

Durante a greve dos servidores da Suframa, o Cieam também entrou com um mandado de segurança, e à época o presidente do Centro da Indústria, Wilson Périco, já mostrava preocupação com a possível paralisação dos auditores da Receita Federal. "Além dessa greve (dos servidores da Suframa), existem outras ameaças que podem afetar o PIM, como a dos auditores da Receita Federal, dos fiscais agropecuários e dos fiscais da Anvisa. O ano de 2015 já aponta com retração para o Polo Industrial de Manaus. Essas questões podem agravar ainda mais essa situação", concluiu.

A greve dos auditores da Receita Federal acontece há pouco mais de um mês do fim da paralisação dos servidores da Suframa, que durou 56 dias, e gerou prejuízos de US$ 5 bilhões.

Publicidade
Publicidade