Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Notícias

Clientes com débitos podem pagar contas atrasadas da Eletrobras com descontos

Os clientes que optarem pelo pagamento à vista das pendências terão 100% de desconto de juros e multas



1.jpg A campanha de adimplência da Eletrobras atende aos clientes residenciais, comerciais, industriais e rurais e vai até o dia 31 de dezembro de 2015
12/12/2015 às 11:14

Consumidores inadimplentes com a Eletrobras Distribuição Amazonas terão a oportunidade de quitar seus débitos junto a concessionária, com direito à dispensa de  até 100% de juros e multa. A campanha de adimplência da Eletrobras atende aos clientes residenciais, comerciais, industriais e rurais e vai até o dia 31 de dezembro de 2015 (haverá expediente na sede da Avenida 7 de Setembro, no Centro, em Manaus).

Os clientes que optarem pelo pagamento à vista das pendências terão 100% de desconto de juros e multas. Caso decidam pelo parcelamento, a redução é de 80% de juros e multas, sendo que 5% do valor da dívida deve ser pago como entrada, parcelando o restante em até 12 vezes.



Os acordos podem ser feitos em qualquer um dos seis pontos de atendimentos da Eletrobras Distribuição Amazonas em Manaus ou nas agências do interior. Atualmente o valor da inadimplência acumulada registrada até novembro de 2015 pela empresa foi de R$ 340 milhões.

Para a diretora comercial da Eletrobras, Andressa Noronha, a medida além de recuperar recursos para a concessionária, evita constrangimentos que prejudiquem o consumidor final como o corte no fornecimento da energia. “É uma excelente oportunidade do nossos clientes resolverem  pendências, com a vantagem de conseguir descontos significativos e começar o novo ano com as economias pessoais mais equilibradas”, defendeu a diretora.    

*Com informações da assessoria de comunicação. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.