Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020
GREVE GERAL

Colômbia tem 3º dia de protestos em meio a gás lacrimogêneo e feridos

Mais de 250 mil pessoas marcharam em uma greve nacional que se estende por três dias para expressar crescente descontentamento com o governo do presidente Iván Duque



25431783__1__F161E3CD-5947-4266-8BD5-3CC21CED0F81.jpg Foto: Juan Saboya / AFP
24/11/2019 às 15:14

As manifestações se seguiram a um toque de recolher durante a noite e a saques isolados na capital Bogotá. Mais de 250 mil pessoas marcharam em uma greve nacional na quinta-feira para expressar crescente descontentamento com o governo do presidente Iván Duque, enquanto milhares se reuniram na sexta-feira para panelaços.

Três pessoas foram mortas após os protestos de quinta-feira em conexão com supostos saques, que estão sob investigação pelas autoridades.



As queixas variam de raiva dos planos econômicos que o governo nega apoiar ao que os manifestantes dizem ser falta de ação para impedir a corrupção e o assassinato de ativistas de direitos humanos, entre outras questões.

“Sou contra a repressão, abuso, agressão e maus-tratos que o governo está cometendo”, disse a aposentada Claudia Rojas, 55, enquanto se reunia em um panelaço no Parque de los Hippies, em Bogotá, entre uma multidão majoritariamente jovem, enquanto um helicóptero circulava no alto.

“Mais do que tudo, sou contra as reformas trabalhistas, previdenciárias e de saúde que o governo deseja.”

Os centenas de manifestantes depois cantaram o hino nacional. Neste sábado, uma multidão foi dispersa com gás lacrimogêneo de uma estrada principal perto do Parque Nacional, em Bogotá.

Vídeos postados nas mídias sociais mostraram médicos realizando reanimação cardiorrespiratória em um manifestante, enquanto estavam ajoelhados perto do que parecia ser sangue.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.