Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
Notícias

Colombiano é preso pela polícia em Tabatinga com maconha geneticamente modificada

Droga dificultava localização pelos cães farejadores, segundo a Polícia Civil. Homem é considerado um dos maiores distribuidores de droga da cidade



1.jpg Ex-militar foi preso em Tabatinga com cocaína e maconha modificada
28/10/2014 às 18:37

O ex-militar do Exército colombiano Dani Fernando Reyna Guerra, 32, foi preso pela polícia na tarde desta segunda-feira (27) no município de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus). O homem é considerado um dos maiores distribuidores de droga da cidade. Segundo a polícia, a droga vendida pelo suspeito é geneticamente modificada.

A prisão do colombiano foi efetuada em Tabatinga. As investigações em busca de Dani duraram vários dias e foram comandadas pelo Estratégia Estadual de Segurança Pública de Fronteira (Esfron). Os policiais chegaram até o homem por meio do traficante peruano Leonardo Huamani, 32, o “Tioleta”, preso há cerca de três semanas.

Drogas e dinheiro foram apreendidos com colombiano no AM (Foto: Divulgação/Polícia Civil) 

Com o colombiano foram apreendidas mais de 100 trouxas contendo substância com aspecto de cocaína e aproximadamente 400 gramas de drogas com características de maconha. Conforme a Polícia Civil, a maconha vendida por tem a estrutura modificada, o que dificultava a localização até pelos cães farejadores. Além disso, foi apreendido COP$ 2 milhões em pesos colombianos (equivalentes a R$ 3,5 mil) e mais R$ 562 em cédulas da moeda brasileira).

Na unidade policial, Dani foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e após os procedimentos legais foi recolhido à Unidade Prisional do município, onde ficará à disposição da Justiça.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.