Publicidade
Cotidiano
Notícias

Com benefício público em atraso, paciente aguarda há dois meses doação de rim no Ceará

Ana Rita Libório que faz tratamento no Ceará está desde o dia 27 de dezembro de 2014 sem receber a ajuda de custo para tratamento fora do domicílio, viabilizada pela Susam em parceria com o SUS 20/02/2015 às 09:16
Show 1
Para fazer a hemodiálise numa unidade da rede pública de Fortaleza, Ana Rita gasta R$ 18, valor que ela banca com as poucas economias que conseguiu fazer
cynthia blink ---

Desde o dia 27 de dezembro do ano passado, Ana Rita Libório está em Fortaleza (Ceará) aguardando para receber a doação de um rim e só deve retornar a Manaus quando o transplante for efetuado. A viagem dela, junto com a do acompanhante, o marido Valdecir Tapudima Simão, foi viabilizada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio do programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que garante ainda um auxílio no valor de R$ 1.485,00 a título de ajuda de custo.

O problema é que esse benefício está atrasado há dois meses e o casal passa dificuldades financeiras em uma cidade onde não conhece ninguém, conforme explica Valdecir Simão.

“Ela (Ana Libório) faz hemodiálise e precisa pagar R$ 18 para se locomover até a clínica, o correto era eu ir junto, mas não tem mais dinheiro. Já estou devendo o aluguel há dois meses e precisamos comprar comida, enfim, ter dinheiro para as necessidades básicas”, indigna-se o marido que deixou o emprego de vigilante em Manaus para acompanhar a esposa que sofre com insuficiência renal crônica.

De acordo com Valdecir, quando o valor é depositado sempre está incompleto e ao ligar para o 08000 095 1800 só escuta promessas de quando o dinheiro será depositado. “Quando depositam é só a metade do valor e dizem que o restante vai ficar disponível em 15 dias, mas não é verdade. Já estamos esperando há dois meses”, reclama.

A gerência do TFD informou em nota que os valores atrasados serão depositados hoje: “A Gerência do Programa de Tratamento Fora de Domicílio informa que a paciente Ana Rita Moreira Libório recebe ajuda de custo do programa e está inserida em duas relações: a de número 15 e a de número 18. Em cada uma, o valor correspondente da ajuda de custo é de R$ 1.485,00, perfazendo o total de R$ 2.970,00. Os únicos valores pendentes, relativos à lista 15 (referente ao período de 13/01 a 11/02/15) e à lista 18 (referente ao período de 12/02 a 11/03/2015) já foram depositados e devem entrar na conta da paciente nesta sexta-feira (20)”, informou a nota.

Publicidade
Publicidade