Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
dsei_D82B6A47-6164-4491-8396-19DC2E882E18.jpg
Ainda há vagas em 28 Distritos Sanitários Indígenas pelo País (Foto: EBC)
publicidade
publicidade

NOVA TENTATIVA

Com déficit de profissionais, Ministério da Saúde abre nova chamada para Mais Médicos

Ainda estão disponíveis 2.448 vagas em 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). Amazonas é o quarto Estado com mais vagas em aberto


20/12/2018 às 15:52

O Ministério da Saúde deu mais uma chance aos profissionais com registro no Brasil e querem ingressar no Mais Médicos. A nova chamada do edital para os médicos brasileiros está aberta a partir desta sexta-feira (21). O prazo de encerramento havia terminado na sexta-feira passada (14). As inscrições devem ser feitas pelo site do programa. Ficam impossibilitados de escolher os municípios os profissionais que participaram do edital anterior e desistiram.

Ainda estão disponíveis 2.448 vagas em 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). No Estado do Amazonas, estão abertas 226 vagas em 53 municípios e em sete distritos indígenas. Em toda a Região Norte, o total de vagas disponíveis chega a 729 e faltam médicos em 230 municípios. O Pará é o estado com o maior déficit de profissionais: há vagas para 308 profissionais em 97 municípios e em quatro DSEIs).  Os postos abertos são referentes as localidades não ocupadas na primeira seleção.

O balanço de convocação dos profissionais divulgado nesta quinta-feira (20), pelo Ministério da Saúde, aponta que 5.846 médicos se apresentaram nas cidades escolhidas ou iniciaram as atividades. O prazo final para os médicos se apresentarem aos municípios terminou na última terça-feira (18).

Os profissionais que já estão homologados e desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. A chamada segue aberta até esta sexta-feira (21) exclusivamente para aqueles que possuem registro no Brasil (CRM).

publicidade

Os médicos que decidirem não comparecer mais as atividades devem informar ao município alocado, que comunicará a desistência ao Ministério da Saúde. O edital de convocação foi uma medida emergencial adotada pelo governo brasileiro para garantir a assistência em locais que contavam com profissionais de cubanos, por meio de cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e o governo de Cuba.

Formados no exterior

Ao todo, 10.205 profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) completaram a inscrição de participação no Programa Mais Médicos. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou no último domingo (16).  As documentações de todos ainda estão em análise conforme edital. Nos dias 27 e 28 de dezembro, os médicos brasileiros formados no exterior terão acesso ao sistema para escolherem as vagas em aberto. Posteriormente, nos dias 3 e 4 de janeiro de 2019, os médicos estrangeiros terão a mesma oportunidade.

Distribuição das vagas por estado: 

ESTADO

VAGAS DISPONÍVEIS

AC

50

AL

26

AM

226

AP

38

BA

176

CE

66

ES

18

GO

43

MA

189

MG

80

MS

54

MT

64

PA

308

PB

23

PE

58

PI

57

PR

124

RJ

71

RN

21

RO

41

RR

39

RS

247

SC

61

SE

12

SP

329

TO

27

BRASIL

2.448

 

*Com informações da Agência Saúde

publicidade
publicidade
Cidades que perderam profissionais do Mais Médicos terão financiamento
Vítima fatal de acidente na AM-010 era profissional do programa Mais Médicos
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.